- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Angola participa na conferência internacional de minas

Angola participa na conferência internacional de minas

Angola vai participar de quatro a sete de Fevereiro, na Cidade do Cabo, Africa do Sul, na 19ª Conferência Internacional de Minas ( Mining Indaba)

A delegação chefiada pelo ministro da Geologia e Minas , Francisco Queiróz, vai no evento divulgar o Código Mineiro, bem como as principais acções que estão a ser desenvolvidas no país para melhorar o conhecimento quanto ao sector e a diversificação da actividade mineira.

A delegação angolana vai também aproveitar a oportunidade para mobilizar potenciais investidores para investir em projectos mineiros em promoção no país.

O Mining Indaba é organizado no Continente Africano, é o maior em termos de promoção e mobilização de investimentos mineiros e é um evento de periodicidade anual.

A par deste evento, realiza-se uma feira internacional onde várias empresas expõem o seu potencial no domínio mineiro, procuram estabelecer parcerias e mobilizar investidores.

No certame participam investidores operadores mineiros, bancos e prestadores de serviço.

Angola vai marcar a sua presença com a participação da Endiama, Sodiam, Ferrangol e outras empresas do ramo mineiro.

Importa referir que existem em Angola projectos em prospecção no domínio dos diamantes, fosfatos, cobre, ouro , terras raras e minérios básicos, no sentido de aumentar a capacidade de exploração de rochas ornamentais e outras matérias primas necessárias à industria.

O sector iniciou negociações com parceiros de renome internacional, para a exploração, no norte do país, dos fosfatos e do potássio, para a produção de adubos, visando o desenvolvimento da agricultura e a construção de um complexo para a transformação dos minérios.

As actividades desenvolvidas permitiram a descoberta de reservas de cobre nas províncias de Cabinda, Moxico e Kuando Kubango, de ferro, na Huíla e Kwanza Norte.

Angola iniciou com a prospecção do bauxite, nas províncias do kwanza Sul e Uige, e desenvolve também iniciativas do género em Mbanza Congo e Lunda Norte.

O aumento consubstancial do fabrico de quartzo e de materiais de construção de origem mineira está a proporcionar o aumento da produção de burgau, areia e brita no país.

Através de uma sociedade mista entre o sector público e o privado Angola retomou a exploração de ferro e do manganês com um projecto integrado que incluiu a indústria metalúrgica e siderúrgica.

Nos subsectores de diamantes existem acções que visam para além da extracção, a valorização de todas as fases da cadeia desta indústria.

Este subsector tem assinado vários contratos de prospecção e exploração com empresas nacionais e estrangeiras, com o objectivo de, nos próximos anos, dar uma maior contribuição no crescimento económico do país com a implementação de vários projectos principalmente em zonas rurais.

Os desafios no sector mineiro angolano ainda são enormes e o caminho a percorrer é ainda longo, se se tiver em conta os inúmeros desequilíbrios sofridos pela economia mundial, nos últimos tempos, e que de forma directa ou indirecta afectaram o país em crescimento, consideram os observadores. (jornaldeangola.com)

- Publicidade -
- Publicidade -

João Lourenço responsabiliza UNITA de incitar jovens à desobediência civil

Presidente angolano diz esperar que jornalistas não venham a ser detidos, mas adverte que autoridades vão manter a ordem. O Presidente angolano responsabilizou a UNITA...
- Publicidade -

Manifestação: Tribunal está a interrogar os detidos à porta fechada – Por dia serão ouvidos cerca de 20 cidadãos

Entre os primeiros cidadãos, do grupo dos 103 detidos, ouvidos esta terça-feira no Tribunal Provincial de Luanda "Palácio D. Ana Joaquina", está o secretário-geral...

Marido de Isabel dos Santos morre afogado no Dubai

O marido de Isabel dos Santos, Sindika Dokolo, morreu num acidente no mar no Dubai. A notícia está a ser avançada por jornais internacionais....

Angola substitui Código Penal da era colonial

A Assembleia Nacional aprovou hoje, terça-feira, 27, o novo Código Penal, com 167 votos a favor, nenhum contra, e a abstenção de dois deputados...

Notícias relacionadas

João Lourenço responsabiliza UNITA de incitar jovens à desobediência civil

Presidente angolano diz esperar que jornalistas não venham a ser detidos, mas adverte que autoridades vão manter a ordem. O Presidente angolano responsabilizou a UNITA...

Manifestação: Tribunal está a interrogar os detidos à porta fechada – Por dia serão ouvidos cerca de 20 cidadãos

Entre os primeiros cidadãos, do grupo dos 103 detidos, ouvidos esta terça-feira no Tribunal Provincial de Luanda "Palácio D. Ana Joaquina", está o secretário-geral...

Marido de Isabel dos Santos morre afogado no Dubai

O marido de Isabel dos Santos, Sindika Dokolo, morreu num acidente no mar no Dubai. A notícia está a ser avançada por jornais internacionais....

Angola substitui Código Penal da era colonial

A Assembleia Nacional aprovou hoje, terça-feira, 27, o novo Código Penal, com 167 votos a favor, nenhum contra, e a abstenção de dois deputados...

Manifestação: Comité para a Protecção dos Jornalistas acusa polícia de perseguição e intimidação a jornalistas e exige medidas que garantam a liberdade de imprensa

O Comité para a Protecção dos Jornalistas (CPJ, sigla em inglês), com sede em Nova Iorque, EUA, critica fortemente a polícia angolana por ter...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.