Sexta-feira, Fevereiro 3, 2023
6.8 C
Lisboa

Bissau: Missão internacional adiada 24 horas

O início da missão de vários organismos internacionais que vai inteirar-se da situação na Guiné-Bissau foi adiado por 24 horas devido à ausência da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental.

A missão já se encontra em Bissau, mas ainda não se lançou ao terreno. Não se lançou, porque a equipa da CEDEAO só chega hoje ao país, contrariamente à das Nações Unidas, União Africana, CPLP, e a da União Europeia, que desde o fim-de-semana se encontram na capital guineense, tendo esta manhã mantido encontro com o chefe do governo. Encontro, à saída do qual não se registou nenhum pronunciamento.

A presença desta missão conjunta e diplomática das referidas organizações internacionais e sub-regionais visa avaliar, no terreno, a real situação com que o país atravessa, Guine-Bissau, isto mediante a actual crise política, derivada do Golpe de Estado de 12 de Abril passado.Várias reuniões estão previstas com actores políticos e da sociedade civil guineenses.

De certeza que nestes fóruns, muitas coisas serão ditas e questionadas, e muitas outras ouvidas, tudo a volta do cenário vigente, por si muito complicado.

Ao que se sabe, desta visita, que desperta uma atenção especial, em Bissau, vão sair recomendações, que merecerão aturadas e necessárias avaliações para eventuais tomadas de decisões por parte da Comunidade Internacional, sobretudo da ONU, cujo escritório tem reportado os factos correntes.

De referir que a vinda desta missão a Bissau foi decidida em Adis-Abeba, capital da Etiópia, a 1 de Dezembro corrente, sob auspícios da União Africana, reunião na qual, pelas informações disponíveis, as autoridades de transição não se fizeram a representar. (voaportugues.com)

POSTAR COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

- Publicidade -spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Uíge: UNITA e FNLA acusam Governo provincial de favorecer militantes do MPLA na distribuição de terras

UNITA e FNLA, na oposição em Angola, acusam o Governo provincial do Uíge de excluir seus militantres do processo...

Artigos Relacionados

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
  • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
  • Radio Calema
  • Radio Calema