Quinta-feira, Fevereiro 2, 2023
5.7 C
Lisboa

Leila Lopes faz história

Em Setembro do ano passado, os angolanos ficaram profusamente eufóricos com a eleição de uma compatriota para mulher mais bonita do Universo. A angolana Leila Lopes convenceu, de forma garbosa, os jurados, que não tiveram dúvidas quanto à sua beleza, determinação e, acima de tudo, inteligência. Na noite da sua eleição, numa gala realizada a 12 de Setembro, no estado brasileiro de São Paulo, Leila Lopes conseguiu que todos os angolanos se sentissem orgulhosos.
A jovem, natural da província de Benguela, soube honrar e elevar bem alto o nome de Angola no prestigiado concurso de beleza feminina que, em 60 edições já realizadas, foi sempre dominado por mulheres de outros continentes. Em Angola, a conversa do dia seguinte à realização da gala que coroou Leila Lopes era dominada pela eleição da angolana, remetendo para segundo plano outros assuntos.
A escolha de Leila Lopes pôs Angola na boca do mundo, um país que, depois de muitos anos em conflito armado, está agora a reerguer-se do pesado fardo da guerra, colocando a máquina da reconstrução nacional a alta velocidade.
É neste clima de paz e de reconstrução nacional que a jovem Leila Lopes conseguiu que Angola figurasse na galeria de países que já conquistaram a coroa do prestigiado concurso Miss Universo.
Por força do regulamento da organização, partiu no dia seguinte à sua eleição para Nova Iorque, até ao cumprimento do seu mandato, facto que privou o povo angolano, durante um mês, da possibilidade de receber em apoteose a mulher mais bonita do Universo. Um mês depois da sua eleição, a Miss Universo foi recebida em Luanda que, em representação do país, manifestou o seu reconhecimento pelo feito alcançado pela jovem. À sua chegada à capital angolana, Leila Lopes sentiu o carinho do povo e das autoridades angolanas, algo que ficou evidente nas actividades realizadas em Luanda em sua homenagem.
A jovem regressou a Nova Iorque com a solidariedade do seu povo para o cumprimento, com êxito, do seu mandato, que é o mais longo da história dos 60 anos do concurso de beleza. A angolana Leila Lopes vai completar, no próximo dia 19 de Dezembro, 465 dias como Miss Universo. Nesse dia, em Las Vegas, Estados Unidos, entrega a coroa a quem lhe suceder. Leila Lopes beneficiou de três meses suplementares de reinado devido à mudança de Setembro para Dezembro do concurso Miss Universo e bateu o recorde, que pertencia a Natalie Glebova, do Canadá, com 419 dias.
Angola está agradecida a Leila Lopes por ter levado e valorizado a cultura, os hábitos e costumes do seu povo a todo o mundo, durante o seu mandato como a mulher mais bonita do Universo, que está prestes a terminar.

O Miss Universo, criado na Califórnia em 1952, é o mais importante concurso internacional de beleza feminina e é realizado anualmente pelo Miss Universe Organization, propriedade do magnata Donald Trump. Visto em todo o mundo, tem uma audiência de cerca de mil milhões de telespectadores em mais de 180 países. (jornaldeangola.co.ao)

POSTAR COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

- Publicidade -spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Galaxy S com câmera de 200 megapixels é teste de poder de marca da Samsung

A Samsung Electronics apresentou nesta quarta-feira seus mais recentes smartphones premium dando foco em câmeras poderosas, em um teste...

Artigos Relacionados

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
  • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
  • Radio Calema
  • Radio Calema