O homem é resultado de um erro genético

Há mais de 500 milhões de anos os invertebrados marinhos sofreram duas duplicações sucessivas das dimensões do ADN, tendo ocorrido um “erro” que acabou por levar à evolução do homem e de muitos outros animais, comunica-se no novo estudo de um grupo de cientistas escoceses.

Partindo das conclusões tiradas pelos cientistas com base no estudo das albuminas humanas, pode-se admitir que o organismo que sofreu a mutação era o Amphioxus, o que permite definir o momento aproximado da mutação.

O estudo deste problema lança luz sobre a questão do surgimento e evolução de muitas doenças do homem. Estudos futuros poderão possivelmente ajudar em seu tratamento e até prevenção.

Fonte: VR

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »