Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Militares devem ser educados para compreenderem processos políticos

0

Os militares devem ser educados de forma a compreenderem os processos políticos decorrentes do Estado democrático de direito para que possam cumprir conscientemente o seu papel na sociedade.

Esta afirmação é do chefe do Estado Maior General adjunto para Educação Patriótica das Forças Armadas Angolanas (FAA), general Egídio de Sousa Santos ” Disciplina”, ao intervir hoje numa conferência sobre a educação dos militares nos regimes democráticos ” o caso de Angola”.

De acordo com o general, as democracias conduzem regularmente à eleições livres e justas, abertas a todos os cidadãos.

” As eleições numa democracia não podem ser simples orientações ou manifestações atrás das quais se escondem aqueles que pretendem, por vários meios (ilegais), promover a desordem social”, referiu.

Para o general Egídio de Sousa e Santos “Disciplina”, a democracia para além de um conjunto de princípios e práticas que protegem a liberdade humana, prevê também a responsabilização pela violação das liberdades e garantias fundamentais de outrem.

Denunciou que neste processo alguns agentes políticos procurarão atingir a integridade moral das Forças Armadas, insinuando os militares para a prática de comportamentos que violem os princípios da sua doutrina vincada na lei magna do país.

“Em diferentes momentos da realidade política-social do país, é necessário fazer um trabalho de educação multirateral dos militares para que estes compreendam a essência de cada momento e saibam comportar-se sem rotular o carácter apartidário que a instituição militar deve observar”, asseverou.

Frisou que o militar não deve candidatar-se a membro do partido ou grupos para políticos enquanto no activo, não exibir nem autorizar a propaganda partidária nos quartéis, não aderir às manifestações de carácter partidário, sindical ou religiosa.

Esta conferência está inserida no quadro da preparação operativa e educativo patriótica para oficiais-generais e almirantes do Estado Maior General das Forças Armadas e comandos dos três ramos das FAA.

FONTE: Angop

Deixe uma comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »