Livro sobre o candongueiro é posto à venda em Luanda

O livro “Candongueiro, problemática da contratação atípica na actividade de táxi em Angola”, do advogado José Domingos, é posto à venda no próximo dia 3 de Agosto, em Luanda.
O autor explica que pretende com esta obra de 166 páginas, que consiste na sua tese de mestrado, “agitar ideias, equacionar problemas e propor soluções” sobre um meio de transporte a que uma grande maioria da população angolana recorre desde os anos oitenta do século XX.
Numa nota de imprensa, enviada ontem à Redacção Central do Jornal de Angola, José Domingos diz que o livro é uma obra que reflecte a sua intenção em desenvolver um estudo sobre um tema nacional. “É uma actividade que não foi antes tratada do ponto de vista jurídico e que o merecia ser”, lê-se na nota. Segundo o autor, a actividade de transporte de pessoas em “candongueiros” (serviço paralelo) surgiu em Angola nos finais dos anos oitenta, numa altura em que havia um número insuficiente de transportes públicos, muito aquém do aumento demográfico da população nos centros urbanos, principalmente em Luanda.
A actividade, lê-se no livro, tam­bém deu resposta ao sentimento lucrativo de determinadas pessoas que, aproveitando-se desta situação, colocaram os seus automóveis privados ao serviço da população, que passou a chamar-lhes “candongueiros”.
O livro vai ser apresentado e posto à venda nas universidades Católica de Angola, Agostinho Neto, Lusíada, Metodista e Piaget.

Fonte: JA

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »