Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

EPAL transforma áreas de garimpo em fontanários

A Empresa Provincial de Águas de Luanda  (EPAL) decidiu converter as áreas de garimpo de água, como a companhia designa os desvios da canalização, em pontos formais de abastecimento, anunciou a empresa de distribuição durante uma palestra realizada na FILDA.
Durante o encontro, realizado para elucidar os presentes sobre as consequências do garimpo de água para o consumo doméstico e das empresas, a EPAL declarou ter detectado, no ano passado, 108 ligações clandestinas, após o que foram destruídos 61 tanques, apreendidas 92 cisternas e 131 mangueiras, e apresentada queixa judicial contra 30 infractores.
No primeiro semestre de 2012, o número de violações deste tipo apresentou uma tendência para diminuir, embora tenham sido destruídos 13 tanques, nove cisternas e dez mangueiras, e detidos 23 infractores. O número de ligações clandestinas manteve-se relativamente a igual período do ano passado.
A EPAL informou que perde mais de 100 milhões de litros de água por dia devido ao garimpo, o que corresponde a mais de nove milhões de kwanzas por mil litros.
No decurso da destruição das áreas de garimpo foram detectadas zonas em que, devido às ligações ilegais, se registaram infiltrações que chegaram a submergir casas, destruindo-as, mas que também tomaram a rede, dando origem a doenças diarreicas entre a população.
Como zonas  de garimpo de água, foram identificados os municípios da Samba, Kilamba Kiaxi, Prenda, Quilómetro 12, Cassequel e Viana, onde, diariamente, com ajuda da denúncia dos moradores, a EPAL tem conseguido baixar os níveis desta actividade ilegal.
O garimpo também é feito em zonas onde existem tubos que levam água aos fontanários públicos, razão pela qual muitos estão secos.  A rede de distribuição de água de Luanda tem uma extensão de cerca de 2.645 quilómetros, 1.490 dos quais constituem a nova rede.

A distribuição de água é feita por zonas, com diferentes níveis de pressão, de acordo com as diferenças de altitude .

Dia do petróleo

O sector petrolífero perspectiva um novo aumento na produção diária, para 1,8 milhões de barris por dia, com a entrada em funcionamento de novos campos e projectos, reafirmou ontem o ministro dos Petróleos, José Botelho de Vasconcelos, no final de uma visita a expositores do sector na Feira Internacional de Luanda (FILDA).
José Botelho de Vasconcelos disse que a produção petrolífera atinge hoje entre 1,5 a 1,7 milhões de barris por dia, e garantiu que o projecto Angola LNG está em vias de iniciar as exportações.
Apontou o projecto “Satélite do Kizomba” como garantia do aumento da produção, referindo-se ao projecto da petrolífera Esso em parceria com a Sonangol, que prevê produzir mais de 100 mil barris de petróleo por dia.
A responsável pelo marketing da Esso, Brenda Marques, referiu que o projecto, apresentado na FILDA, constitui uma estrutura submarina que sofreu alterações de mais de duas mil toneladas de módulos de convés, em áreas de reutilização, para o desenvolvimento dos campos Mavacola e Clochas, no Kizomba A e B, permitindo a recuperação de cerca de 250 milhões de barris de petróleo em reservas estudadas.

Reforma tributária

O Ministério das Finanças, através do Projecto Executivo para a Reforma Tributária, (PERT), anunciou ter lançado  o portal do contribuinte, contendo informações sobre como o comerciante deve poupar tempo através do acesso ao site, fazendo o pagamento do imposto sem ter de sair de casa ou da empresa.
A Reforma Tributária visa dotar a República de Angola de um sistema moderno, capaz de dar resposta aos objectivos da política tributária que lhe são atribuídos e aos desafios do desenvolvimento socioeconómico.
O PERT pretende aumentar os níveis de captação de receitas para os cofres do Estado e constituir um instrumento válido e eficaz para as políticas de atracção de investimento, promoção de emprego e de integração social.

Deixe uma comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »