InicioEconomiaArgentina: Queixa à OMC foi criticada por Kirchner

Argentina: Queixa à OMC foi criticada por Kirchner

A Presidente da Argentina, Cristina Kirchner, criticou indirectamente as denúncias de proteccionismo que a União Europeia (UE) apresentou na Organização Mundial do Comércio (OMC), dizendo que o seu país aplica tarifas de importação inferiores às praticadas pelos países desenvolvidos.
“É como se houvesse um proteccionismo legal, o de países desenvolvidos, e um proteccionismo popular, que é o das economias emergentes. Pois bem, não é assim”, disse Cristina Kirchner, depois de defender a posição do país nas comemorações da formação do primeiro governo argentino, em Bariloche, no sudoeste.
A Presidente Cristina Kirchner disse que as barreiras às importações não devem ser interpretadas como uma ameaça para o comércio entre países nem são contraditórias com a permanência da Argentina em fóruns multilaterais, como o G-20, de onde activistas norte-americanos pedem a saída compulsiva do país sul-americano.
“O problema não está nas economias de produção, o problema está numa economia global controlada pelo poder financeiro, onde ainda não se pode convencer os grandes líderes que as políticas de austeridade só trazem miséria, fome, dor e mudanças políticas imprevisíveis”, enfatizou. A União Europeia denunciou a Argentina na OMC pelas “restrições” às importações impostas pelo governo.

Fonte: JA

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.