InicioMundo LusófonoGuiné-BissauA função publica guineense retomou a actividade normal

A função publica guineense retomou a actividade normal

A Função Publica guineense retomou a actividade normal, numa altura em que está a ser pago um mês de salário aos funcionários.

Após cerca de dois meses de paralisação laboral motivada pelo golpe de Estado de 12 de Abril, a maioria dos funcionários públicos guineenses regressou ao serviço e está a receber o ordenado do mês de Abril.

Fonte do Ministério das Finanças indicou que todas as instituições estatais receberam o dinheiro correspondente aos seus funcionários desde sábado para pagar o ordenado do mês de Abril e só não se pagou o mês de Maio por uma questão técnica.

De acordo com a fonte, a razão técnica em causa é o risco da inflação em caso de ser colocado muito dinheiro fresco em circulação, após cerca de dois meses de algum abrandamento da actividade económica.

A mesma fonte adiantou que ainda no decurso desta semana os funcionários públicos vão receber o ordenado do mês de Maio.

Na sexta-feira, os líderes dos dois principais sindicatos do sector apelaram aos funcionários do Estado para que regressassem ao trabalho, e a partir de Lisboa, Portugal, o primeiro-ministro do Governo deposto, Carlos Gomes Júnior, fez também o mesmo apelo.

Entretanto, um porta-voz do Sindicato dos Professores (Sinaprof) disse que apesar do apelo ao regresso ao trabalho, os docentes contratados, reintegrados e novos ingressos no sistema educativo público não irão retomar a docência.

Os professores reclamam o pagamento de cinco meses de salários pelo que, disse, mesmo com o apelo do presidente do Sinaprof não vão voltar a dar aulas enquanto não forem pagos.

Fonte: VOA

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.