InicioDesportoLuís Mariano é o novo treinador do Nacional de Benguela

Luís Mariano é o novo treinador do Nacional de Benguela

Benguela – O brasileiro Luís Mariano é o novo treinador do clube Nacional de Benguela, anunciou sexta-feira, nesta cidade, o presidente desta agremiação, Luís Granada.
Mariano, que substitui o português Álvaro Magalhães, regressa assim ao campeonato nacional de futebol da primeira divisão, onde já treinou o Recreativo do Libolo, Progresso do Sambizanga e o Benfica de Luanda.
Esta formação benguelense, 14ª classificada do Girabola2012 com sete pontos, após 12 jornadas disputadas, afastou há cerca de dois meses o seu treinador principal, Álvaro Magalhães, por maus resultados, tendo assumido interinamente o angolano Lito Granada durante os últimos 45 dias.
O presidente do clube explicou as circunstâncias em que ocorre esta substituição.
“Nós não chicoteamos nenhum treinador. Lito Granada estava a comandar interinamente os destinos do grupo de trabalho, com o tempo fomos chamar o treinador da equipa”, declarou.
Acrescentou que o treinador Lito Granada se predispôs a deixar o clube após uma reunião ocorrida no clube, decisão que deve ser respeitada.
“A direcção trabalha com quem quer trabalhar. Há falta de apoio financeiro, nós todos sabemos, este é um momento um pouco conturbado que o clube está a passar. Os salários estão todos em dia, mas estamos com algumas dificuldades em apoios”, disse.
Após 12 jornadas, foram já registadas cinco trocas de treinadores em equipas do Girabola, liderado pelo Recreativo do Libolo com 32 pontos.
Foram as seguintes “chicotadas psicológicas”: Alain Claude (Sporting de Cabinda), António Caldas (Interclube), Álvaro Magalhães (Nacional de Benguela), Jorge Humberto Chaves (Benfica de Luanda) e Miroslav Maksimovic (Petro de Luanda).
Fonte: Angop

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.