InicioEconomiaAumenta movimento no Porto do Namibe

Aumenta movimento no Porto do Namibe

O Porto Comercial do Namibe movimentou, durante o ano transacto, 961.925 toneladas de mercadorias diversas e 18.052 contentores, revelou o presidente do Conselho Administrativo, Joaquim Neto.
Em declarações à imprensa por ocasião do 55º aniversário daquela infra-estrutura, assinalado na quinta-feira, Joaquim Neto disse que, nos últimos meses, regista-se um aumento considerável da entrada e saída de mercadorias e que o porto já precisa de obras de ampliação.
No período 2010/2011 foram aplicados seis milhões de dólares na aquisição de equipamentos diversos, material informático, meios de transporte e na elaboração do plano estratégico da empresa.
Joaquim Neto salientou que, brevemente, terá início a segunda fase de modernização do Porto Comercial do Namibe, que consiste na reabilitação do terminal mineiro do Saco-mar, construção de uma ponte-cais para o desembarque de combustível e uma doca de 240 metros para carga contentorizada.
O vice-governador para a esfera económica, Alcides Gomes Cabral, elogiou o trabalho que a administração do porto tem realizado em prol do desenvolvimento da infra-estrutura e da melhoria das condições sociais dos trabalhadores. O Porto Comercial do Namibe foi inaugurado a 24 de Maio de 1957. Na primeira fase tinha um cais de 380 metros contra os 750 actuais.
Naquela época, as trocas comerciais eram pouco representativas, tendo em conta o nível de interesses e do desenvolvimento económico, razão pela qual o porto havia sido dimensionado para movimentar anualmente 300 mil toneladas de mercadorias diversas.
Com o desenvolvimento multiforme da economia daquela região, o porto foi apetrechado com equipamentos diversos para fazer face a uma crescente demanda de carga importada  e exportada.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.