InicioAngolaViação e Trânsito promove campanha

Viação e Trânsito promove campanha

A direcção provincial de Viação e Trânsito em Benguela promove a partir de hoje uma campanha de prevenção rodoviária com o lema “Somos todos responsáveis”.
A operação visa sensibilizar os automobilistas sobre as causas e consequências dos acidentes rodoviários. Durante a campanha vão ser distribuídas camisolas de prevenção rodoviária, autocolantes para viaturas, bonés e folhetos com conselhos úteis.
A Direcção Nacional de Viação e Trânsito (DNVT) lançou no dia 20 de Novembro do ano passado uma campanha de prevenção rodoviária a nível do país e pela primeira vez numa plataforma multimédia ao longo de seis meses.  Através desta actividade,  a Direcção Nacional de Viação contribui para a redução dos acidentes de viação. A sinistralidade rodoviária é a segunda causa de morte no país e o principal motivo de deficiência motora e doenças psíquicas graves.

Acidentes em Luanda

A Polícia Nacional registou até quarta-feira a morte de três pessoas e o ferimento de sete outras, na sequência de 14 acidentes de viação.

Segundo o porta-voz do comando provincial de Luanda, Nestor Goubel, as três vítimas morreram na sequência de atropelamentos nos municípios de Luanda (distritos urbanos do Rangel e Ingombota) e Viana. A fraca iluminação pública e a imprudência de muitos  automobilistas e peões estão na base dos atropelamentos.
Os restantes acidentes resultaram em choques entre veículos e motorizadas, em obstáculos fixos e despistes por excesso de velocidade e não observância das regras de trânsito, aliada à condução sob efeito de álcool.
Segundo o responsável, os prejuízos estão avaliados em mais de quatro milhões de kwanzas.
Em resultado do controlo e fiscalização do trânsito foram multados 142 automobilistas por pararem e estacionarem em locais proibidos, efectuarem ultrapassagens irregulares, utilizarem o telemóvel durante a condução e não cederem prioridade de passagem.

Huíla

Na Huíla, quatro pessoas morreram e outras 20 ficaram feridas em consequência de 23 acidentes de viação registados nos últimos sete dias. De acordo com o porta-voz em exercício do comando provincial da Polícia Nacional na Huíla, Eduardo Pintal, registaram-se oito colisões entre automóveis, seis colisões entre automóveis e motociclos, três atropelamentos, dois despistes, igual número de colisões entre motociclos, um capotamento e um choque contra obstáculo fixo.
O intendente Eduardo Pintal apontou o excesso de velocidade como a principal causa dos acidentes de viação registados. Os sinistros aconteceram nos municípios do Lubango, com 13 casos, Matala (12), Quilengues (três), Chibia e Quipungo (dois) e Caconda com um.

Fonte: JA

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.