InicioEconomiaA cadeia "Nosso Super" reabre portas ao público

A cadeia “Nosso Super” reabre portas ao público

A ministra do Comércio, Idalina Valente, inaugurou ontem, em Luanda, uma loja da cadeia Nosso Super no bairro Gamek, distrito da Maianga, que marca o início da reabertura de todos os empreendimentos no país.
Idalina Valente declarou que a reabertura é uma medida do Executivo destinada a aumentar e disponibilizar uma maior diversidade de produtos nacionais de qualidade e essenciais aos consumidores. “O Executivo angolano elaborou um modelo ajustado à conjuntura actual para a reabertura dos estabelecimentos num curto espaço de tempo”, esclareceu a ministra, que assinou um contrato de exploração entre o Estado e a empresa de gestão privada Nova Rede de Supermercados de Angola (NRSA).
O director-geral da NRSA, José Eduardo Salomé, anunciou que, dentro de dez dias, vão ser reabertas as lojas localizadas em Viana, Benfica, Gamek, Golfe, Cacuaco, Calemba, Frescangol e Samba.
Os estabelecimentos vão permitir integrar 1.800 profissionais, o que garante um atendimento de 1,5 milhões de clientes por mês.
“O nosso compromisso social é formar quadros para o futuro, em benefício das famílias e do crescimento do país”, referiu o director-geral da NRSA. De acordo com o responsável, a rede comercial aliou-se ao programa denominado “Nosso Campo”, que se destina a apoiar os camponeses no sentido de venderem os seus produtos à rede retalhista de forma directa, valorizando, assim, a sua produção.
O director-geral da NRSA considerou que a parceria entre a rede e os produtores agrícolas propicia também preços mais baixos e o aumento do poder de compra dos consumidores.  A Nova Rde Supermercados de Angola assinou um contrato de dez anos com o Estado angolano e investiu na recuperação dessa cadeia de lojas um capital superior a 50 milhões de dólares.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.