InicioAngolaMultidão na Cidadela apoiou medidas de combate à pobreza

Multidão na Cidadela apoiou medidas de combate à pobreza

O primeiro secretário de Luanda do MPLA, Bento Bento, elogiou ontem, em Luanda, a iniciativa do Executivo em criar programas que visam ajudar os cidadãos angolanos mais vulneráveis a cria pequenos negócios através da obtenção de créditos bancários.
O político falava perante milhares de militantes do MPLA, incluindo as direcções dos Comité de Acção do Partido, num dos pavilhões da Cidadela Desportiva, e abordou as medidas económicas e sociais do Executivo.
Bento Bento destacou os programas “Luanda limpa” e  “Meu negócio é a  minha vida”, para  beneficiar os cidadãos da província de Luanda, que podem solicitar créditos bancários até sete mil dólares.
Às quitandeiras, roboteiros e zungueiros pediu que façam bem o negócio, por ser esta uma “oportunidade ímpar” em Angola.
Referiu que as micro, pequenas e médias empresas já constituídas que possuam de dez até 100 trabalhadores e mais de 100, podem solicitar aos bancos créditos no valor de 200 mil dólares, um milhão e meio, e cinco milhões de dólares.  Bento Bento anunciou que para as micro, pequenas e médias empresas o Executivo disponibilizou este ano 200 milhões de dólares.
Para os programas “Luanda Limpa” e “Meu negócio é a minha vida”, Bento Bento incentivou os luandenses a promoverem o negócio do lixo, que consiste numa primeira fase em vender os resíduos sólidos recolhidos ao Governo Provincial, e numa segunda fase a venda seleccionada de lixo às empresas privadas para reciclagem.
O primeiro secretário de Luanda do MPLA anunciou que a pré-campanha eleitoral tem início dentro de dias. Por isso pediu às direcções dos Comités de Acção do Partido, OMA e JMPLA para aperfeiçoarem os seus mecanismos de acção.

As linhas gerais do projecto foram apresentadas aos militantes do MPLA pelo director do Gabinete de Estudos e Planeamento do Governo Provincial de Luanda, Mário de Carvalho, e complementadas pela ministra da Justiça, Guilhermina Prata.
A ministra da Justiça, Guilhermina Prata, anunciou que o Ministério da Justiça vai integrar nos seus quadros todos os jovens que trabalharam no registo eleitoral, incluindo os brigadistas que participaram nas campanhas de registo civil de  2005 e 2008.

Balcões em Luanda

A nível de Luanda, lembrou, já foram inaugurados os Balcões Únicos do Empreendedor (BUE) dos municípios de Belas e Cazenga, estando prevista para amanhã a instauração destes balcões nos municípios do Cacuaco, Km 30 em Viana, e Zango. Guilhermina Prata disse que o Executivo prevê este mês inaugurar 14 balcões em todo país, salientando que de acordo com a nova divisão política e administrativa do país, existem 161 municípios e em cada um deles será instalado um balcão.
A ministra Guilhermina Prata Referiu que os municípios com maior densidade populacional (Viana, Cacuaco, Belas, e Cazenga) vão ter mais de um balcão.
A ministra afirmou que o programa para a instalação de balcões em todo território vai prosseguir até ao ano de 2013.   A ministra da Justiça apelou aos cidadãos que ainda não possuem documentos, sobretudo o Bilhete de Identidade, para se dirigirem aos balcões do empreendedor que possuem estes serviços.
Aos funcionários dos BUE pediu “muita vigilância e cautela”, durante o processo de registo dos cidadãos, devido ao facto das nossas fronteiras serem ainda muito vulneráveis à entrada de imigrantes ilegais.
Lembrou que o Balcão  Único do Empreendedor está interligado  “on line” com as Conservatórias e a base de dados do Bilhete de Identidade, o que permite rapidez e eficácia na emissão dos documentos.
Os balcões de todo o país abedrtos ou os que ainda vão ser instalados vão  ter essa ligação.



 

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.