InicioMundo LusófonoGuiné-BissauAltas patentes militares guineenses impedidos de entrar em 192 países

Altas patentes militares guineenses impedidos de entrar em 192 países

O Conselho de Segurança obriga os 192 Estados-membros da ONU a bloquear a entrada ao General António Indjai e a outros oficiais da Guiné-Bissau, acusados de promover no dia 12 de Abril o golpe de Estado no país. A resolução foi aprovada sexta feira à noite.

O Conselho de Segurança da ONU aprovou esta sexta feira à noite em Nova Iorque  uma resolução que tem por objectivo principal, bloquear a entrar de militares guineenses em todos os Estados-membros da ONU,  com destaque para António Indjai, Mamadu Ture, Ibraima Camará, Estêvão na Mena e Daba Naualna.

De notar que faz parte, dos militares impedidos de entrar em 192 países, o general António Indjai, o Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas da Guiné Bissau. Na resolução submetida por Portugal, exige-se ao Comando Militar golpista de abandonar o poder e permitir “um processo eleitoral democrático”, mas deixou cair a exigência inicial de regresso ao poder do governo guineense deposto.

Fonte: RFI

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.