InicioCulturaVozes do semba no "Festibengo"

Vozes do semba no “Festibengo”

Bangão, Dom Caetano, Pedro Cabenha, Augusto Chacaya e Legalize são os destaques do espectáculo musical “FestiBengo”, que se realiza neste sábado, às 18h00, na cidade do Caxito, no âmbito da jornada comemorativa do 32º aniversário da província do Bengo.
O “FestiBengo” conta ainda com a presença dos artistas Esmeralda, Ângelo Boss, Puto Português e sua banda, Madruga Yoyo, W. King, Puto Lila e Vaga Banda, Belo Januário, Jovem Leão e Titi Matias.
Para acompanhar os músicos, a empresa “Dade Eventos Culturais”, com o apoio do Governo da província do Bengo, convidou as bandas Movimento e Yetu, e o grupo folclórico Semba Muxima.
“Bangão” pisou pela primeira vez um palco em 18 de Outubro de 1978, como elemento dos Gingas Kakulo Kalunga, mas iniciou a carreira artística quatro anos antes, com o grupo “Tradição”. Em 1996, venceu o prémio de música “Liceu Vieira Dias”, com o tema “Kibuikila” (Peste), acompanhado pela Banda Movimento, para a qual entrou, como vocalista, em 1999.
Naquele ano ganhou a primeira edição do concurso “Semba de Ouro”, com a canção “Kangila” (Pássaro Agoirento). Em 2003, no Top Rádio Luanda, foi distinguido com os prémios Música do Ano, com o tema “Fofucho”, Voz Masculina do Ano e Preservação, “pela incessante defesa da música popular angolana”. Em 2005, foi distinguido com o prémio “Top dos Mais Queridos”. Actualmente Bangão está a preparar a sua mais recente obra discográfica para ser apresentada ainda este ano.
Dom Caetano, antigo vocalista dos Jovens do Prenda é detentor de um vasto e rico repertório onde se destacam temas como “Sou Angolano”, “Semba Dilema”, “Por um telefone” e “Adão e Eva”, que dá título ao seu primeiro trabalho discográfico.
Uma das referências de Os Jovens do Prenda, do qual é co-fundador, Augusto Chacaya começou a carreira no conjunto Os Quinas do Prenda, juntamente com Dino Cupaco Paco. Integrou, igualmente, Os Dicanzas do Prenda, Os Kiezos, Angolenses e Ases do Prenda. Recentemente criou a Banda Saudades.

Nascido na província do Bengo, Pedro Cabenha começou a sua carreira na década de 1970, mas foi como vocalista principal do conjunto “Proletários”, em 1984, que se tornou conhecido.
O músico Legalize, António dos Santos Neto, nasceu em Luanda, no município do Rangel. Profissionalmente começou a sua carreira em 1996.  Legalize, que se tem notabilizado na interpretação de temas de artistas angolanos dos anos 60 e 70, tem no mercado os discos “Deus Vive” e “Mulundo”.

Fonte: JA

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.