InicioAngolaMinistro da Saúde está em Genebra

Ministro da Saúde está em Genebra

Angola participa no dia 21 deste mês na 65ª Assembleia Mundial da Saúde, a decorrer no Palácio das Nações, em Genebra (Suíça), sobre o “Envelhecimento e Saúde: uma boa saúde aumenta os anos de vida”.
A delegação angolana é chefiada pelo ministro da Saúde, José Van-Dúnem, que está desde terça-feira em Genebra, e integra o representante permanente de Angola junto da ONU e Organizações Internacionais, embaixador Apolinário Correia, e altos funcionários do Ministério.
Vários temas estarão em discussão durante o fórum, entre os quais a “Luta contra as doenças não transmissíveis”, “Intensificação da iniciativa mundial para a erradicação da poliomielite”, “Hepatite Viral”, “Estratégia mundial do sector de saúde sobre o VIH/Sida 2015” e “Reforma da OMS”.
Em relação à luta contra as doenças não transmissíveis, um marco foi alcançado na resposta global a essas enfermidades em Setembro de 2011, em Nova Iorque, com a adopção de uma declaração política na reunião de alto nível da Assembleia-Geral da ONU.
O VIH-Sida continua a ser um grande problema na região africana, totalizando 69 por cento da carga global da doença e mais de 67 por cento das mortes causadas pela pandemia no Mundo.
Apesar de ter havido uma diminuição no número de novas infecções por VIH, a prevalência regional mantém-se elevada, segundo as Nações Unidas.
A anteceder a assembleia-geral, realiza-se a 22ª reunião do Conselho Executivo da Roll Back Malaria (Recuar a malária), que vai contar com uma sessão especial ministerial para discutir, entre outros temas, a visão geral das estratégias de financiamento actuais dos países para sustentar os esforços de controlo da malária.
Está previsto um seminário sob a “segurança sanitária dos produtos e seus desafios num mundo sem fronteiras”.
A 64ª Assembleia Mundial da OMS realizada em 2011 adoptou como áreas de actividades principais as instituições e sistemas de saúde, desenvolvimento, segurança sanitária e as tendências e mobilização para uma melhor saúde.
O sector da Saúde no país enfrenta vários desafios no domínio da saúde pública. Um dos maiores desafios assumidos pelo Executivo é a municipalização dos serviços de saúde. A luta contra as doenças transmissíveis consta igualmente dos desafios do sector.Angola participa no dia 21 deste mês na 65ª Assembleia Mundial da Saúde, a decorrer no Palácio das Nações, em Genebra (Suíça), sobre o “Envelhecimento e Saúde: uma boa saúde aumenta os anos de vida”.
A delegação angolana é chefiada pelo ministro da Saúde, José Van-Dúnem, que está desde terça-feira em Genebra, e integra o representante permanente de Angola junto da ONU e Organizações Internacionais, embaixador Apolinário Correia, e altos funcionários do Ministério.
Vários temas estarão em discussão durante o fórum, entre os quais a “Luta contra as doenças não transmissíveis”, “Intensificação da iniciativa mundial para a erradicação da poliomielite”, “Hepatite Viral”, “Estratégia mundial do sector de saúde sobre o VIH/Sida 2015” e “Reforma da OMS”.
Em relação à luta contra as doenças não transmissíveis, um marco foi alcançado na resposta global a essas enfermidades em Setembro de 2011, em Nova Iorque, com a adopção de uma declaração política na reunião de alto nível da Assembleia-Geral da ONU.
O VIH-Sida continua a ser um grande problema na região africana, totalizando 69 por cento da carga global da doença e mais de 67 por cento das mortes causadas pela pandemia no Mundo.
Apesar de ter havido uma diminuição no número de novas infecções por VIH, a prevalência regional mantém-se elevada, segundo as Nações Unidas.
A anteceder a assembleia-geral, realiza-se a 22ª reunião do Conselho Executivo da Roll Back Malaria (Recuar a malária), que vai contar com uma sessão especial ministerial para discutir, entre outros temas, a visão geral das estratégias de financiamento actuais dos países para sustentar os esforços de controlo da malária.
Está previsto um seminário sob a “segurança sanitária dos produtos e seus desafios num mundo sem fronteiras”.
A 64ª Assembleia Mundial da OMS realizada em 2011 adoptou como áreas de actividades principais as instituições e sistemas de saúde, desenvolvimento, segurança sanitária e as tendências e mobilização para uma melhor saúde.
O sector da Saúde no país enfrenta vários desafios no domínio da saúde pública. Um dos maiores desafios assumidos pelo Executivo é a municipalização dos serviços de saúde. A luta contra as doenças transmissíveis consta igualmente dos desafios do sector.

Fonte: JA

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.