InicioAngolaMinistros da CPLP reúnem em Luanda

Ministros da CPLP reúnem em Luanda

Os ministros do Comércio da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) reúnem-se hoje em Luanda para tratarem de assuntos ligados à cooperação entre os Estados-membros.
Para preparar o encontro de ministros, que decorre sob o lema “por uma cooperação económica e comercial sustentável e inclusiva”, os peritos estiveram reunidos no sábado. Os peritos apreciaram o regimento interno da reunião de ministros, discutiram o relatório intitulado “aliança estratégica para a promoção do comércio e investimento” e analisaram o estado de implementação dos acordos bilaterais de promoção e protecção mútua de investimento.
De acordo com uma nota a que o Jornal de Angola teve acesso, relativamente ao documento “aliança estratégica para a promoção do comércio e investimento”, Angola defende a criação e concessão de um visto rápido para os empresários da Comunidade de Países de Língua Portuguesa.
Neste particular, o país propõe que os serviços de migração dos países-membros reúnam para a adopção de medidas de facilitação e simplificação de vistos de entrada.
Angola defende ainda, entre outros pontos, que se faça a certificação de origem dos produtos, a harmonização da certificação de qualidade (institutos de qualidade), a criação de plataformas de agências nacionais de comércio e investimento para uma cooperação mais estreita, bem como mecanismo para o apoio ao comércio entre os países-membros da CPLP, incluindo actividades de “lobbying”.
Relativamente às questões de financiamento, sugere a mobilização de recursos para o financiamento e garantias de comércio externo, utilizando instituições financeiras existentes, bem como o estreitamento do relacionamento entre bancos de desenvolvimento nacionais e outros de importação e exportação.
Angola sugere ainda que se avalie a possibilidade de criação de um Fundo de Investimento, aproveitando a sinergia das instituições já existentes, assim como a mobilização de recursos para o apoio à instituição do micro crédito.

Por sua vez, Portugal, que à semelhança de Angola defende também a criação de um visto rápido, propõe que a cooperação económica e empresarial esteja virada para o conhecimento e novas tecnologias, agricultura, infra-estruturas, mar e recursos naturais. A representação portuguesa sugere que se implementem medidas que permitam ultrapassar as entraves estruturais ao desenvolvimento do comércio e investimento. Tais medidas, acrescenta, passam por três vertentes fundamentais, nomeadamente a melhoria do ambiente de negócios para a promoção do comércio e investimento, a capacitação empresarial e o financiamento.

PIB mundial

De acordo com dados do Ministério da Economia e do Emprego de Portugal, a actividade económica gerada pelos países que constituem a Comunidade de Países de Língua Portuguesa representa 4,3 por cento do PIB mundial, correspondente a 1,857 mil milhões de euros (dados de 2010). A tendência é que este peso venha a aumentar, sobretudo graças aos contributos de Angola e Brasil, que estão a crescer acima da média mundial.
Segundo ainda o documentodo Ministério da Economia e do Emprego de Portugal, os países da Comunidade de Países de Língua Portuguesa são responsáveis por dois por cento do comércio internacional mundial, totalizando 441,9 mil milhões de euros.
Criada em 1996, a Comunidade de Países de Língua Portuguesa é composta por Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.