InicioDesportoBasquetebol1º de Agosto afasta Petro da corrida pelo título

1º de Agosto afasta Petro da corrida pelo título

Luanda – Ao perder sábado diante do 1º de Agosto por 79-82, em partida da oitava jornada do Campeonato Nacional sénior  masculinos de basquetebol, o Petro de Luanda ficou afastado da “corrida” pela revalidação do título.
Mesmo que vençam nas duas próximas jornadas, os “petrolíferos” não têm qualquer hipótese de terminar a prova na primeira posição, uma vez que poderão somar, no máximo, 17 pontos, ao passo que o líder Libolo, com 16 pontos, mesmo que perca os dois últimos jogos totaliza 18.
Deste modo, a única equipa capaz de discutir o título nacional com a formação do Kwanza Sul e o 1º de Agosto, que com a vitória de hoje continua no segundo lugar com 15 pontos.
Hoje o Petro de Luanda procurou manter-se na “luta” pelo título em sua posse, mas encontrou um adversário experiente com objectivo de justificar a aposta na presente temporada, sendo a equipa que efectuou as contratações mais caras.
Como tem acontecido nos últimos jogos entre ambos, os “tricolores” entraram dominadores e ainda no primeiro quarto alcançaram uma diferença pontual de 13 pontos, quando, a três minutos do final do período, venciam por 22-09. De seguida sofreram oito e marcaram apenas quatro, fixando o resultado em 26-17 no fim do quarto.
No período seguinte os campeões nacionais continuaram a mandar no encontro, mantendo sempre vantagens de 12, 10 a 9 pontos. O 1º de Agosto sem Lutonda (lesionado) e Felizardo Ambrósio (suspenso) cometia muitos erros ofensivos e defendia sem rigor. 37-33, a favor dos “petrolíferos”, foi o resultado ao intervalo.
Com 10 pontos cada, Roderick Nealy (Petro) e Reggie Moore (1º de Agosto) faziam a diferença de um e do outro lado, mas os “militares” perdiam o jogo nos lances livres, tendo convertido apenas cinco em 13 tentados, contra 10/16 do adversário, enquanto que o campeões nacionais venciam nos ressaltos conquistando 24 contra 11.
Na segunda parte os pupilos de Mário Palma melhoraram em todos os aspectos, principalmente na defesa e o Petro começou a ter dificuldades para jogar. Com Carlos Morais em “dia não”, os “tricolores” apostavam tudo em Roderick Nealy e Cedric Isom, mas Reggie Moore e Mário Correia respondiam pelos “rubro-negros”.
O último período começou com o Petro a trazer uma vantagem de dois pontos (58-56) do quarto anterior. Foi disputado com muito rigor táctico por parte das duas equipas, numa etapa muito equilibrada.
Depois de várias alternâncias no marcador, com um conjunto mais coeso, o 1º de Agosto, na ponta final, conseguiu passar a frente do marcador por dois pontos (81-79).
Com posse de bola e 10 segundos para jogar, o Petro de Luanda poderia, com um triplo, decidir o encontro, mas desperdiçaram o ataque e ainda cometeram falta quando o adversário contra atacava.
Na sequência, Mário Correia marcou um e falhou outro, deixando oportunidade para os campeões nacionais igualarem, mas Roberto Fortes falhou o lançamento decisivo e o 1º de Agosto garantiu um triunfo importante (82-79).
Com arbitragem de Fernando Pacheco, Carlos Júlio e Francisco Tandu, as equipas marcaram da seguinte forma:
Petro de Luanda: Yuri Swingue (00), Braúlio Morais (00), Roderick Nealy (22), Roberto Fortes (12), Paulo Barros (00), Paulo Santana (13), Cedric Isom (13), Simão Santos (00), Divaldo Mbunga (06), Abdel Gomes (04), Carlos Morais (09), Henriques Bado (00).
Técnico: Manuel da Silva
1º de Agosto: Filipe Abraão (00), Armando Costa (13), Adilson Baza (00), Mário Correia (21), Reggie Moore (22), Kikas Gomes (10), Domingos Bonifácio (01), Gerson Monteiro (02), Carlos Almeida (07), Leonel Paulo (06), Hermenegildo Santos (00), Islando Manuel (00).
Técnico: Mário Palma
Fonte: Angop

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.