InicioAngolaAnúncio da construção da estátua de Wambu Kalunga é o destaque da...

Anúncio da construção da estátua de Wambu Kalunga é o destaque da semana

Huambo – O anúncio feito esta quinta-feira pelo director provincial da Cultura, Pedro Nambongue Chissanga, sobre a construção, nos próximos anos, de uma estátua em homenagem ao soberano Wambu Kalunga, fundador do Reino do Huambo no século XV, esteve entre as matérias de maior destaque no noticiário semanal desta província, no concernente a factos de âmbito social.

Em declarações à Angop, o director da Cultura referiu estar para breve o início de estudos sobre a figura do soberano e seus súbditos para a feitura, no estrangeiro, da pretendida estátua, cujas características e local onde será erguida não avançou.

A abertura de um seminário inter-provincial destinado a activistas de luta contra o Sida das províncias de Benguela, Huíla, Luanda e Huambo, mereceu também nota de realce por parte dos órgãos locais de comunicação social durante a semana que hoje finda.

Tal seminário, que encerra no domingo, está a ser promovido pela Ong americana World Learning e visa munir os participantes de habilidades para melhor desenvolverem o seu trabalho.

Também foi destaque da semana as declarações feitas pelo vice-governador para a esfera política e social, Guilherme Tuluca, ao destacar a importância do Orçamento Geral do Estado (OGE) na resolução dos problemas sociais da população angolana.

Intervindo no seminário sobre projecção correcta dos orçamentos, dirigido aos gestores públicos e privados, Guilherme Tuluca reconheceu que o OGE é uma das principais fontes para resolução das expectativas e anseios do povo e do governo.

A semana ficou também marcada com a abertura do concurso público de admissão de quadros para o sector da saúde, onde se destacam 39 vagas para médicos de diversas especialidades, 20 para médicos internos geral, 12 especialistas em enfermagem e sete médicos assistentes. As restantes vagas são para enfermeiros gerais e pessoal administrativo.

A constatação do especialista em prevenção de riscos laborais e qualidade do meio ambiente, Fernando Ferreira Vicente, ao admitir que o nível de consciencialização dos responsáveis de instituições públicas e privadas no concernente a segurança no trabalho ainda é fraco é outro assunto de referencia ao longo da semana.

Entrevistado pela Angop, o especialista sublinhou que a não observância das regras básicas da segurança nos locais de trabalho constitui a principal causa de improdutividade das empresas e do surgimento de doenças ocupacionais que afectam a mão-de-obra

Foi também enfoque na imprensa local a realização, nesta quarta-feira, do 13º conselho provincial da família. No certame, o administrador municipal do Huambo, José Marcelino, defendeu que a resolução dos problemas que afectam as famílias, entre os quais a gravidez precoce, incesto, violação e trabalho infantil, passa por uma profunda reflexão da sociedade.

Discursando na abertura do referido conselho, José Marcelino disse ser importante reflectir sobre os problemas por ele citados, por serem motivados por razões económicas, culturais e familiares.

Outro assunto que também constituiu destaque da semana tem a ver com a conclusão, nos próximos 70 dias, das obras de construção do centro cultural do município do Bailundo, 75 quilómetros a norte da cidade capital.

De acordo com o director provincial da Cultura, Pedro Chissanga, os construtores garantiram, no final da visita que efectuou ao local, que a infra-estrutura será entregue ao dono da obra (Ministério da Cultura) antes do início do mês de Agosto.

A apresentação, quarta-feira, do plano de integração de infra-estruturas para as cidades do Huambo (capital da província) e da Caála, bem como a pretensão manifestada pelo reitor da Faculdade Adventista de Teologia na província do Huambo, pastor Manuel Filipe Pacheco, sobre a abertura de mais cursos para diversificar a sua oferta formativa, mereceram também destaque na imprensa.

A semana ficou ainda marcada com a entrevista concedida pelo director de energia e águas na província do Huambo, Adolfo Elias, na qual garantiu terem já definido um plano alternativo de abastecimento de água às populações, tendo em conta a carência que se antevê nesta época seca.

Informou também que três novos sistemas de captação e distribuição de água potável às populações vão ser construídos na província do Huambo nos próximos dois anos, com o objectivo de alargar o número de beneficiários do precioso líquido nesta região do país.

Estes sistemas, segundo o director provincial de energia e águas, serão erguidos nos rios Kuando, Kunhongamua e Kulimanhãla, tendo sublinhando que os projectos para o efeito foram já enviadas a Secretaria de Estado das Águas para a sua consequente aprovação.
Fonte: Angop

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.