InicioEconomiaNova lei cambial estimula liquidez

Nova lei cambial estimula liquidez

O  novo regime cambial angolano para o sector petrolífero conduz a uma injecção de capital na banca que pode  atingir os 20 mil milhões de dólares por ano, disse  terça-feira, em Luanda o presidente do Conselho de Administração do Standard Bank Angola,  Pedro Pinto Coelho.
Nessa perspectiva, a capacidade dos bancos de operar com grandes somas monetárias garante a solvência financeira e capacita as instituições a dar respostas satisfatórias ao mercado, mesmo em momentos mais difíceis, garantiu Pinto Coelho, na terça-feira, numa conferência sobre a nova lei cambial angolana. Tal montante, acrescentou, vai ter um impacto maior sobre o sector financeiro angolano, pois a dimensão desse valor, na sua relação com os depósitos correntes, cria uma nova forma de gestão e distribuição.
Marília Poças, do Banco Nacional de Angola (BNA), afirmou no encontro que a nova lei cambial está relacionada com a transição de fluxos financeiros pelo banco central, que passou a ter responsabilidades acrescidas sobre os processos de supervisão.
Esta lei, referiu, traduz os fluxos de capitais da indústria petrolífera angolana, os quais, agora, devem passar pela banca nacional. Para o efeito, o BNA dividiu o sector de supervisão em dois, para melhor atender a área prudencial e de supervisão comportamental.
“Estas áreas têm treinado técnicos para garantir que o sistema financeiro angolano cumpra com os padrões internacionais”, anunciou. Marília Poças disse também que têm estado a ser publicados novos regulamentos relacionados com a consolidação das posições do bancos e a auditoria.
Ao abrigo do artigo 88 da Lei Constitucional, a Assembleia Nacional aprovou a Lei Cambial, que visa regular os actos e as operações comerciais e financeiras de repercussão efectiva ou potencial na sua balança de pagamentos. O diploma legal tem em linha de conta a complexidade e diversidade das operações relativas à prospecção, exploração, exportação do petróleo, bem como o elevado volume de investimentos de entidades nacionais e estrangeiras que o sector envolve.

Fonte: JA

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.