InicioVidaSaúdeMaternidade Ngangula rastreia doenças negligenciadas e o cancro

Maternidade Ngangula rastreia doenças negligenciadas e o cancro

Luanda – A Maternidade Augusto Ngangula está desde hoje, quarta-feira, a realizar o rastreio de doenças não transmissíveis (diabetes, hipertensão, VIH/Sida), do cancro da mama e do útero aos seus trabalhadores, visando a prevenção das mesmas.

A actividade, que termina sexta-feira, decorre sob o lema “Vamos cuidar de nós”, no âmbito do dia do enfermeiro que se comemora a 12 de Maio.

Assim, médicos, enfermeiros e outros funcionários estão a beneficiar de exames e testes gratuitos de mamografia, colposcopia, tensão arterial, obesidade, glicemia e VIH/Sida.

A médica responsável da actividade, Isabel Sessa, disse à Angop que os funcionários, cujos resultados forem positivos serão encaminhados para o Josina Machel, Américo Boavida e Centro de Oncologia, para melhor tratamento, enquanto os demais são aconselhados para se prevenirem.

Acrescentou que a ideia de se levar a cabo este rastreio adveio do facto de o pessoal de saúde preocupar-se mais com o próximo do que consigo próprio.

Desde as primeiras horas da manhã foram examinados 163 funcionários, dos quais 35 apresentaram uma tensão arterial acima do normal e outros sete com hipoglicemia, muitos dos quais não tinha conhecimento do seu estado de saúde.

A médica aconselha as pessoas a recorrerem aos hospitais mesmo que não estejam doentes, para poderem prevenir-se de doenças, principalmente as mulheres por causa dos cancros do útero e da mama.

Para o rastreio do cancro da mama e do útero, a maternidade conta com o apoio do Centro de Oncologia e para outros casos com o Hospital do Prenda, que colocaram à disposição alguns dos seus técnicos.

Estão envolvidos nove médicos e 12 enfermeiros, repartidos em grupo de três, que até sexta-feira vão atender os funcionários da maternidade e visitantes interessados.

A directora geral da instituição, Rosa Bessa, disse que este ano a maternidade preferiu dar uma atenção especial aos técnicos, principalmente aos enfermeiros, porque eles são tão importantes quanto os médicos.

“Há zonas no nosso país em que os enfermeiros desempenham muito bem o papel do médico, por isso merecem o carinho da nossa sociedade”, sublinhou.

Acrescentou que para encerrar a semana do enfermeiro, sexta-feira haverá um encontro de confraternização, onde será apresentado o historial de enfermagem e entrega de certificados aos trabalhadores que mais se destacaram ao longo do ano.
Fonte: Angop

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.