InicioCulturaLubango à procura de talentos para promover a música gospel

Lubango à procura de talentos para promover a música gospel

Um projecto denominado MoviGospel, destinado a descobrir talentos da música gospel e à sua promoção no mercado, foi lançado quarta-feira na cidade do Lubango, Huíla, por um grupo de jovens cristãos.
O projecto, que prevê a realização, todos os anos, de um concurso de imitação de música gospel e a formação de artistas, tem como objectivo incentivar a juventude a gostar deste tipo de música, ressuscitar talentos adormecidos e apoiar a gravação de obras discográficas.
O responsável do MoviGospel, José Nunes, explicou que há muitos jovens talentosos na província, mas a falta de oportunidade, e um espaço onde possam exibir-se e serem conhecidos, tem levado muitos a permanecerem no anonimato.
A maior parte dos músicos bem-sucedidos, a nível mundial e nacional, saíram de coros religiosos, afirma José Nunes, “por isso, isto é como se fosse uma porta aberta para os jovens músicos”.
A ideia de avançar com este projecto partiu da constatação de que a tendência é os jovens aderirem mais a outro género de música, cujas mensagens pouco ajudam ao resgate dos valores morais e cívicos, explicou.
Até ao momento, já estão inscritos 50 candidatos, entre os quais vão ser seleccionados 30 para a fase final do concurso, a realizar-se no dia 8 de Julho.  Até lá, os seleccionados vão receber formação, para aprenderem a usar a voz, apresentarem-se em palco e saberem enfrentar o público. O primeiro classificado vai receber um prémio de dois mil dólares e um disco gravado pela produtora Cristo Rei, enquanto o segundo, terceiro, quarto e quinto recebem mil, 700, 500 e 300 dólares, respectivamente.
O MoviGospel, além de contribuir para a promoção da música evangélica, também vai servir de veículo de sensibilização para o resgate dos valores morais e cívicos.

Vertente social

O responsável destacou que a música gospel tem uma expressão muito forte, “porque está carregada de mensagens sobre o amor a Deus e ao próximo, apelos de reconciliação, perdão e solidariedade”.
José Nunes acredita que, com este projecto, o estilo de música gospel vai passar a ser mais valorizado e apreciado pelo público. “Também queremos criar um espaço radiofónico onde se aborde e toque, apenas, música gospel nacional e internacional”, rematou.

Fonte: JA

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.