Inicio Angola Executivo angolano continua a apostar no Desenvolvimento Rural

Executivo angolano continua a apostar no Desenvolvimento Rural

0
Executivo angolano continua a apostar no Desenvolvimento Rural

A secretária do Estado para o Desenvolvimento Rural, Filomena Delgado, considerou hoje, em Luanda, que o Executivo angolano vai continuar a postar no desenvolvimento das comunidades rurais.

Para a secretária de estado, que falava na abertura do seminário nacional sobre ? Associativismo e cooperativismo agro-pecuário em Angola?, a agricultura familiar tem vindo a proporcionar grande protagonismo na produção agro-pecuária.

Filomena Delgado considerou que o envolvimento das associações e outros actores sociais nas acções do executivo que visam melhorar as condições de vida das famílias camponesas, constituem um contributo para o desenvolvimento das comunidades.

Segundo ainda a interlocutora, é indispensável a participação dos parceiros sociais nos programas do governo, para favorecer uma maior integração num sistema produtivo, sua inserção no mercado nacional e o aumento na renda familiar, com vista o combate à fome e à pobreza.

De acordo com a secretária, falar da organização comunitária no meio rural implica que se faça a prior uma reflexão profunda do mosaico actual e dos sistemas de produção dos camponeses, sem descurar a base organizativa nela inserida.

Para Filomena Delgado, a organização, dinamização e fortalecimento do movimento cooperativo é indispensável para satisfazer as necessidades sociais, económica, através de uma empresa gerida democraticamente, facilitando o estado melhor acompanhamento e prestação de serviço sempre que for solicitado.

Os programas de extensão e desenvolvimento rural combatem à fome e à pobreza, água para todos, energia rural, apoio da mulher rural, integrado do desenvolvimento do comércio rural e empreendedorismo e outros, estão ajudar cada vês mais a vida das comunidades.

Participaram no seminário, responsáveis e quadros do Instituto de Desenvolvimento Agrário (IDA) e outros órgãos do ministério da agricultura, desenvolvimento rural e pescas, da UNACA e ADRA, representantes dos ministérios da Economia, das Finanças, Comércio e Justiça, membros das cooperativas agro-pecuárias, representantes de bancos comerciais e ONG.

FONTE: Angop

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.