InicioAngolaSchroders: "O ladrar de Hollande deve ser pior que a sua mordidela"

Schroders: “O ladrar de Hollande deve ser pior que a sua mordidela”

A gestora de fundos diz que “uma potencial disputa com Merkel” é o resultado que mais se pode recear com a eleições de Hollande. No entanto, é provável que os mercados e as agências de “rating” exerçam pressão para que o francês reduza o défice orçamental.
O economista Azad Zangana revela que a gestora de fundos Schroders não acredita que François Hollande consiga alterar as políticas de austeridade defendidas por Merkel para a Europa e prevê que o próprio presidente francês tenha de consolidar as contas públicas de França.

“Este pode ser um caso em que o ladrar de Hollande é pior do que a mordidela”, conclui o economista da Schroders para a Europa.

“Duvidamos que Hollande tenha muito sucesso a fazer Merkel mudar de ideias” quanto à política de austeridade de resposta à crise, diz a nota de análise assinada pelo economista.

Por outro lado, dado que França não apresenta contas públicas equilibradas desde 1974 e que tem sido uma das mais activas violadoras do Pacto de Estabilidade e Crescimento, também Hollande poderá não ter alternativa a reduzir o défice.

“Antecipamos que os mercados financeiros e as agências de ‘rating’ virão a exercer mais pressão para assegurar que ele leva a cabo uma redução do défice orçamental”, revela o economista.

Maior risco de oposição entre Hollande e Merkel

O economista contraria a ideia de que os problemas de crescimento de França e da Europa seja resolúveis através de um aumento da despesa, mas revela que o maior risco para a Europa é que Merkel e Hollande entrem em conflito de ideias.

“As políticas orçamentais e de despesa de Hollande deverão ser penalizadoras para a competitividade de longo prazo de França. No entanto, o que é mais preocupante é um potencial” colapso das relações entre os dois países”, explica o economista.

Merkel já rejeitou os apelos para que seja criado um “Pacto de Crescimento”, lembra o economista, “e não há dúvida de que os dois vão voltar a chocar devido a este assunto”, revela.

FONTE: Jornal de Negócios

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.