InicioAngolaRegiõesRefinaria do Lobito vai produzir 120 mil barris/dia na 1ª fase

Refinaria do Lobito vai produzir 120 mil barris/dia na 1ª fase

O projecto de construção da Refinaria do Lobito, em curso desde 2008, prevê para a primeira fase de produção, com data ainda por determinar, a refinação de 120 mil barris de petróleo/dia, informou ontem (terça-feira) o ministro dos Petróleos, José Maria Botelho de Vasconcelos.

Em declarações à imprensa, à margem da abertura da Conferência Internacional sobre Petróleo e Gás, o governante afirmou que na segunda fase de produção a Refinaria do Lobito vai aumentar a sua capacidade de refinação para 200 mil barris de petróleo/dia.

Referiu que a implementação do projecto visa “pôr fim a importação de produtos derivados do petróleo e promover a sua exportação”.

Assegurou que com implantação da Refinaria do Lobito haverá uma redução dos preços dos derivados do petróleo em cerca de 16 porcento, bem como se verificará um aumento do valor acrescentado às ramas ácidas e pesadas produzidas no país.

Ainda com o objectivo de pôr fim a importação de produtos derivados do petróleo, o ministro disse estar em projecção a construção da primeira refinaria do município do Soyo, província do Zaire, cuja capacidade de produção está estimada em 200 mil barris/dia.

Quanto ao futuro da produção de petróleo e gás, disse que as reservas provadas, em petróleo, estão avaliadas em 9,5 biliões de barris, podendo durar mais 50 anos com o início da exploração da camada de pré-sal.

Já em relação às reservas de gás natural, prosseguiu, estão avaliadas em 11 triliões de pés cúbicos, o que equivale a uma produção de mais de 30 anos.

Participam na conferência, que tem a duração de dois dias, técnicos do Ministério dos Petróleos, da Sonangol (Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola), do Banco Mundial e peritos internacionais em matéria de petróleo e gás.

FONTE: Angop

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.