InicioMundo LusófonoSalário Mínimo em Portugal: Ministro disponível para discutir proposta de 515 euros

Salário Mínimo em Portugal: Ministro disponível para discutir proposta de 515 euros

Arménio Carlos, secretário-geral da CGTP, afirmou ontem que o ministro da Economia mostrou disponibilidade para discutir em concertação social a proposta da central sindical de aumento do Salário Mínimo Nacional (SMN) para os 515 euros.
“O ministro da Economia mostrou disponibilidade para discutir o assunto na concertação social, agora vamos ver até que ponto essa disponibilidade vai mais longe”, afirmou aos jornalistas Arménio Carlos, à saída de uma reunião com Álvaro Santos Pereira, no Ministério da Economia.
De acordo com o secretário-geral da CGTP, o “ministro reconheceu” que Portugal está “numa situação em que é fundamental dinamizar o mercado interno”, o que passa, entre outras coisas, pela melhoria dos salários e das pensões de reforma.
“Exigimos que haja da parte do Governo as medidas adequadas para rapidamente aumentar o SMN em um euro por dia e também os restantes salários. Se não o fizer, vamos verificar que estas políticas estão a levar a classe média para a pobreza, os pobres para a miséria e os miseráveis a ficarem fora das estatísticas”, argumentou.
Arménio Carlos disse que, em Portugal, existem cerca de 400 mil trabalhadores com 432 euros de salário líquido, “abaixo do limiar da pobreza, que são 434 euros”.
O secretário-geral da CGTP recordou que a proposta de aumento do SMN da central sindical inclui também uma redução dos preços da energia, dos combustíveis e das telecomunicações para as famílias e para as empresas e a abertura de uma linha de crédito, pela via da Caixa Geral de Depósitos, para facilitar o financiamento das micro e pequenas empresas.
O ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira, não prestou declarações aos jornalistas no final do encontro.

FONTE: Diário de Notícias

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.