InicioAngolaLíder da Al-Qaeda no Iémen morre em raide com avião telecomandado

Líder da Al-Qaeda no Iémen morre em raide com avião telecomandado

Um dos líderes da Al-Qaeda no Iémen pelo qual os Estados Unidos ofereciam uma recompensa de cinco milhões de dólares foi morto num raide aéreo com aviões telecomandados nesta segunda-feira de manhã.

A morte de Fahd Mohammed Ahmed al-Quso, assim como de um outro suspeito membro da Al-Qaeda, foi confirmada pela Al-Qaeda, assim como pela embaixada do Iémen nos Estados Unidos.

Al-Quso era suspeito de envolvimento no ataque à bomba contra o navio de guerra norte-americano USS Cole, em Outubro de 2000, no porto iemenita de Aden, em que morreram 17 marinheiros e outros 40 ficaram feridos. Chegou a ser detido, três anos mais tarde, pelas autoridades iemenitas mas conseguiu então escapar-se e, recapturado 11 meses depois acabou por ser libertado da prisão em 2007, apesar dos veementes protestos feitos pelos Estados Unidos.

Um responsável norte-americano confirmou a notícia da morte de Al-Quso, que descreveu como um “operacional terrorista de topo”, em declarações sob anonimato à agência noticiosa francesa AFP. Esta fonte asseverou ainda que aquele líder da Al-Qaeda estava a planear novos ataques contra os Estados Unidos e o Iémen.

Os Estados Unidos nunca reconheceram formalmente estes ataques aéreos com aviões telecomandados dotados de mísseis no Iémen, mas crê-se que apenas este ano tenham sido feitos pelos menos uns oito raides desse tipo. Há apenas umas semanas, o diário Washington Post relevava que a CIA pedira autorização ao Congresso para prosseguir com a campanha de raides com drones naquele país.

Fonte: OPUBLICO

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.