InicioAngolaRegiõesExperiência com sementes de arroz tem resultados positivos no Longa

Experiência com sementes de arroz tem resultados positivos no Longa

Das 48 variedades de sementes de arroz lançadas ao solo em Outubro, a título experimental, na comuna do Longa, município do Cuito Cuanavale, seis adaptaram-se ao clima da região.
Lançadas numa área de 40 hectares, as sementes atingiram os níveis de desenvolvimento de acordo com os padrões internacionais da cultura deste cereal, o mais consumido no mundo.
O responsável da empresa chinesa que está a desenvolver a cultura, Luo Feng, disse que com este resultado, obtido no teste experimental, estão lançadas as bases para, a partir de agora, se começar com a produção do arroz em grande escala.
Uma delegação da direcção provincial do Ministério da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pesca, chefiada pelo titular da pasta, Francisco Mateus, visitou na sexta-feira, o referido projecto, denominado “Fazenda agroindustrial do Longa”, que tem um contrato válido por cinco anos. Luo Feng explicou aos visitantes que a colheita da fase experimental do arroz é feita em finais deste mês, enquanto se aguarda pela instalação dos equipamentos para o descasque do referido cereal.
O director Manuel Mateus disse que o projecto Fazenda agroindustrial do Longa está avaliado em cerca de 86 milhões de dólares, financiados pelo governo da China.
O empreendimento vai produzir, a partir do próximo ano, 15 mil toneladas de arroz e gerar mais de 800 novos postos de trabalho para a população daquela região da província do Kuando Kubango.
Além do arroz, Francisco Mateus anunciou, também para este mês, a colheita das primeiras 500 toneladas de milho.

Estas quantidades de milho, disse o responsável, foram cultivadas numa área de 100 hectares, no perímetro do canal irrigado do Missombo, situado a cerca de 20 quilómetros de Menongue.

FONTE: JA

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.