InicioAngolaEmbaixador advoga inserção do português nas organizações internacionais

Embaixador advoga inserção do português nas organizações internacionais

O embaixador de Angola no Brasil, Nelson Cosme, advogou em Brasília a necessidade de todos os Estados da CPLP engajarem-se no sentido da difusão e projecção da Língua Portuguesa nas organizações Internacionais.

Ao presidir o acto que marcou o Dia da Língua Portuguesa e da Cultura dos Países da CPLP, Nelson Cosme, na qualidade de presidente em exercício do Comité de Embaixadores da CPLP no Brasil, lembrou que o Português está entre as dez línguas mais faladas no mundo, num universo de 250 milhões de falantes.

O diplomata angolano destacou que foi visionária a decisão de criação do Instituto Internacional de Língua Portuguesa, já que a CPLP passou a contar com uma entidade encarregue da promoção, defesa, enriquecimento e difusão da Língua Portuguesa no Mundo.

“Mais do que uma organização multicultural, a CPLP é hoje um elemento da Comunidade Internacional na luta pela preservação da paz e Segurança Mundial” – enfatizou o Embaixador Nelson Cosme que recordou o papel activo desta organização na resolução de conflitos, tendo destacado as acções em prol da independência de Timor Leste, da solução das crises na Guiné-Bissau e em São Tomé e Príncipe, no passado.

A celebração do Dia da Língua Portuguesa e da Cultura dos países da CPLP, uma das tarefas da Presidência Angolana da CPLP, foi assinalada em várias partes do Mundo com actos marcantes, sobretudo em Bucareste, na Roménia, onde foi homenageado Jorge Amado e em Nova Iorque, onde foram exibidos documentários sobre a vivência nas grandes cidades dos países da CPLP.

Em Brasília, além do acto político, aconteceu um acto cultural marcado por momentos de poesia e canto dos países da CPLP, tendo, de Angola, sido recitados poemas de Agostinho Neto e exibida a Dança do Kuduro.

A Fundação Palmares, organização cultural brasileira, lançou o projecto de edição de uma Antologia Literária de poesia e contos de autores dos países da CPLP.

FONTE: Angop

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.