InicioAngolaRegiõesPopulação da Huíla tem mais água potável

População da Huíla tem mais água potável

A população das zonas rurais e urbanas da província da Huíla consome água potável, num total de cerca de 700 mil pessoas, na sequência da concretização do programa do Executivo “Água para Todos”.
“Graças ao programa ‘Água para Todos’, foi possível abrir furos nos bairros periféricos da cidade do Lubango, instalar sistemas de captação, tratamento e distribuição nas sedes municipais e comunas”, disse o director provincial de Energia e Águas, Abel da Costa, durante o acto do lançamento da primeira pedra para a construção de uma Estação de Tratamento de Água (ETA), na Missão Católica do município de Chicomba.
“Hoje estamos muito bem, se compararmos com a realidade de há um ano, onde o nível de cobertura não passava de 18 por cento. Agora estamos na ordem de 51 por cento”, referiu.
Na perspectiva de Abel da Costa, falta muito pouco para atingir os 60 por cento do nível de cobertura a nível da província.
Abel da Costa informou que estão a ser construídas Estações de Tratamento de Água, bem como sistemas de captação e distribuição nos municípios de Chibia, Matala, Quilengues, Caluquembe, comuna da Huíla e Cutenta e na Missão do Chicomba.
O grande desafio para os próximos tempos é atingir 80 por cento de cobertura a nível rural e 100 por cento a nível urbano. O programa começou em 2008 e termina este ano, disse o responsável.

Água de qualidade

O governo da província da Huíla está a construir Estações de Tratamento de Água (ETA) em sete municípios. O director provincial de Energia e Águas, Abel da Costa, avançou que as sedes dos municípios de Chibia, Caluquembe, Matala, Quilengues, Chicomba e as comunas da Huíla (Lubango), Cutenda (Chicomba) são as primeiras a beneficiar do projecto.
A primeira ETA, que beneficia mais de mil populares, foi inaugurada recentemente no município de Chicomba, pelo governador provincial da Huíla, Isaac dos Anjos, no âmbito do programa “Água para Todos”. Abel da Costa disse que a estação funciona com uma tubagem de dois quilómetros. O sistema beneficia 110 casas, através da rede doméstica. “Além de beneficiar as antigas moradias da sede de Chicomba, o novo sistema de tratamento e distribuição de água contempla os 40 fogos habitacionais a serem erguidos na sede do município”, referiu.

FONTE: JA

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.