InicioAngolaGeneral Nunda quer maior envolvimento das FAA na defesa nacional

General Nunda quer maior envolvimento das FAA na defesa nacional

Luanda – O chefe do Estado Maior General das  Forças Armadas Angolanas (FAA), general Geraldo Sachipengo Nunda, pediu hoje (sábado), em Luanda, aos militares maior envolvimento no processo de defesa nacional, para a preservação da soberania angolana e das conquistas alcançadas pelo povo angolano.

“Que a defesa nacional seja da responsabilidade de todos nós, pois sem ela pomos em causa a soberania e todas as conquistas do nosso povo”, afirmou o general do Exército, quando discursava no acto central do 34º aniversário das Forças Especiais, vulgo “Comandos”.

Para tal, considerou fundamental que se combata energicamente a desorganização, o absentismo, a indisciplina, o alcoolismo e as grandes endemias, como o HIV/Sida, nas unidades, estabelecimentos e órgãos das Forças Armadas Angolanas.

Citando o Presidente da República e Comandante-Em-Chefe das FAA, José Eduardo dos Santos, o general Nunda disse que “o país deve ter capacidade suficiente para defender-se em qualquer circunstâncias e garantir as condições de paz para o desenvolvimento económico e social, pois que, sem segurança não há desenvolvimento.

Na sua intervenção, informou que no âmbito da reedificação das FAA, as forças especiais têm envidado esforços no sentido de se adequarem aos novos desafios do mundo globalizado e em permanente transformação, onde as formas de conflitos adquiriram modalidades de acção muito diferentes das tradicionais.

Para a alta patente das FAA, as forças especiais ao longo dos anos têm sabido cumprir cabalmente a sua nobre e honrosa missão, contribuindo para a consolidação da paz e da democracia.

“A Brigada de Forças Especiais, prepara-se no dia-a-dia, em todas as suas vertentes, para que possa cumprir todas as missões que lhe forem incumbidas, superiormente, com a introdução de novos métodos de actuação e preparação das tropas, bem como no seu apetrechamento em meios especiais.

A cerimónia central decorreu na Escola de Formação de Forças Especiais, baseado na localidade do Cabo Ledo, em Luanda, e foi marcada pela demonstração de tácticas militares, seguidas de mensagens de felicitação pelos 34 anos de existência, dessa importante componente das FAA, assinalados hoje (sábado), 05 de Maio, incluindo da Associação dos Antigos Comandos.

A mesma, foi presenciada por representantes do Estado Maior General das FAA, do Exército, da Marinha de Guerra Angolana, da Força Aérea Nacional, da Polícia Nacional, adidos de defesa acreditados em Angola, entre outras entidades.

As forças especiais angolanas foram criadas em 1978.

Fonte: Angop

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.