InicioAngolaExecutivo está a trabalhar na criação das autarquias

Executivo está a trabalhar na criação das autarquias

O ministro da Administração do Território, Bornito de Sousa, afirmou ontem em Luanda que a materialização da directiva da Estratégia Nacional de Desconcentração e Descentralização Administrativa aprovada pelo Executivo é uma garantia da institucionalização das autarquias locais.
Bornito de Sousa, que falava na cerimónia alusiva ao décimo aniversário do Instituto de Formação da Administração Local (IFAL), referiu que um dos eixos fundamentais para aplicação da referida estratégia é a formação de quadros. O ministro reconheceu que o IFAL tem contribuído para a materialização da Estratégia Nacional de Desconcentração e Descentralização Administrativa aprovada pelo Executivo.
A implantação das autarquias locais em Angola deve acontecer de forma gradual depois das eleições gerais, marcadas para o último trimestre do ano em curso. Várias cidades, incluindo a cidade do Kilamba, segundo o Ministério da Administração do Território, foram escolhidas para serem modelos de execução do projecto.
O ministro da Administração do Território lembrou que o IFAL tem como objectivo promover a modernização e o bom desempenho dos serviços e agentes da administração local do Estado e a médio prazo da administração autárquica.


Acções de formação variada

Bornito de Sousa disse que o IFAL tem no seu programa vários cursos e acções de formação, destacando o Curso Médio da Administração Local e Autárquicas, a formação de dirigentes provinciais, municipais e comunais, os cursos de curta e média duração, incluindo as pós-graduações e mestrados realizados em parceria com universidades.
Bornito de Sousa referiu que o instituto tem ajudado os governadores e administradores municipais e comunais e demais funcionários da administração local do Estado no desenvolvimento do sistema integrado de gestão financeira do Estado, gestão patrimonial, novo sistema de planeamento, sistema de compras públicas e no conjunto de leis e regulamentação sobre o funcionamento e melhoramento do desempenho da administração local do Estado. As instalações do IFAL foram inauguradas há 10 anos pelo Presidente da República, o que demonstra “o empenho e a importância que o chefe do Executivo dá” à instituição, sublinhou o ministro.
O ministro acrescentou que a nova direcção do IFAL tem vindo a imprimir “uma nova dinâmica” nas actividades, revelando “visão estratégica, competência, responsabilidade e excelência”.

Crescimento do IFAL

O director-geral do IFAL, Ismael Mateus, considerou o décimo aniversário do instituto “um marco para o início de novas acções”, porque nos últimos anos foi acelerado o processo de crescimento desta instituição. Ismael Mateus disse que o instituto tem um plano de inserção profissional e conta com mais de 500 estudantes do ensino médio.
Desde a sua criação, 10.108 alunos frequentaram cursos no instituto, dos quais 200 técnicos médios da Administração entraram no mercado de trabalho.
Nas jornadas técnicas do IFAL, abertas a 28 de Abril, foram debatidos “O papel do IFAL no reforço da capacidade institucional da Administração local”, “Ensino à distância perspectivas para Angola”, “Ensino à distância vantagens e desvantagens” e “Ensino à distância experiência do Brasil”.

FONTE: JA

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.