InicioAngolaRegiõesCentro de reabilitação do Bengo quase pronto

Centro de reabilitação do Bengo quase pronto

O Executivo está a concluir o primeiro centro nacional de reabilitação de toxicodependência, anunciou ontem, em Luanda, a vice-ministra da Justiça para os Serviços Auxiliares.
Ana Canene, que falava na abertura do seminário nacional sobre o “Modelo específico de organização social no combate à droga, com peso comunitário determinante”, disse que o referido centro está a ser construído de raíz na província do Bengo. Acrescentou que as obras decorrem a bom rítmo e se encontram numa fase já avançada.
A também coordenadora do Comité Interministerial de Luta Anti-Droga (CILAD) esclareceu que o seminário é uma oportunidade para promover o intercâmbio entre as mais diversas experiências, no que toca à prevenção deste flagelo.
A vice-governadora de Luanda para a área Política e Social também viu no seminário uma oportunidade de interacção com outras entidades e considerou que ele serviu de reflexão sobre todos os aspectos que têm afligido a sociedade.

Precupação do Estado

Jovelina Imperial admitiu que os jovens estão cada vez mais virados para o mundo das drogas, o que, segundo ela, é uma preocupação para o Estado e para a província de Luanda. O seminário serviu para definir novas estratégias relativamente a este problema, acrescentou.
Em declarações ao Jornal de Angola, a vice-governadora pediu aos jovens para tomarem consciência e se empenharem naquilo que é benéfico para a construção de uma sociedade sadia e para o desenvolvimento dos mesmos como pessoas, pois, sublinhou, “as drogas não levam a lado nenhum”.

O governo da província de Luanda tem estratégias destinadas a combater a delinquência juvenil, mobilizando e enquadrando os jovens em actividades salutares, em especial os que enveredam por esses caminhos, esclareceu Jovelina Imperial. O assessor jurídico do vice-ministro do interior para a ordem interna, António Joaquim Fortunato, reconheceu na ocasião, que o consumo de droga incita os jovens a agir de forma descontrolada, em particular na prática de crimes, acidentes de viação e delinquência, criando assim problemas ao desenvolvimento da pessoa.

O Ministério do Interior aprovou, em 1999, uma lei que agravou as sanções aos traficantes de drogas.
O consumo de drogas é tão preocupante que tem sido discutido em fóruns internacionais, uma vez que debilita a saúde de muitas pessoas e põe em risco o desenvolvimento dos países. Pesquisas recentes indicam que os principais motivos que levam um indivíduo a utilizar drogas são a curiosidade, influência de amigos (mais comum), vontade, desejo de fuga (principalmente de problemas familiares), coragem para tomar uma atitude que sem o uso de substâncias não tomaria, dificuldade em enfrentar situações difíceis, hábito, dependência, rituais e busca de sensações de prazer.

FONTE: JA

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.