InicioEconomiaExecutivo angolano preocupado com estabilização do preço do pão

Executivo angolano preocupado com estabilização do preço do pão

O Executivo angolano está preocupado com a estabilização do preço e a qualidade do pão , afirmou em Luanda, o secretário de Estado da Indústria, Kiala Gabriel.

De acordo o Kiala Gabriel, o governo angolano aprovou em 2011 um programa sobre a filera do trigo em vários níveis, como na construção de infra-estruturas de apoio à indústria panificadora, incluindo a moajeira, instalação de moagens para proceder ao tratamento do trigo importado e da cadeia de valores do trigo.

De acordo ainda com o responsável, que falava no encontro de apresentação da farinha de trigo (Triguenha), de origem Argentina, cerca de 80 porcento das padarias privatizadas a favor dos angolanos encontram-se sob controlo dos privados estrangeiros, o que considerou preocupante.

Apesar de reconhecer o papel ou a actividade dos empresários estrangeiros, o secretário de Estado da Indústria defendeu a necessidade de se priorizar o empresariado nacional na produção do pão e de outros produtos básicos da dieta angolana.

“A farinha que é importada até aqui tem sido de uma qualidade duvidosa, mas graças ao trabalho de empresários angolanos em parceria com o executivo através do consórcio nacional a situação está a ser ultrapassada”, considerou o secretário de Estado.

Segundo Kiala Gabriel, chegou da Argentina um navio com 25 mil toneladas de farinha de trigo e garantiu que estão asseguradas todas as condições para que seja distribuída em todo o território nacional.

Para o interlocutor, o país necessita de importar 500 mil toneladas de trigo por ano, para minimizar a carência do pão e de derivados do trigo.

Fonte: Angop

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.