InicioAngolaRegiõesCultura em Cabinda precisa de novo impulso

Cultura em Cabinda precisa de novo impulso

O Secretário da Cultura em Cabinda disse que a realidade do sector é preocupante e requer uma contribuição consciente de todos os agentes culturais. Euclides Barros da Lomba disse que o sector na província está longe de corresponder aos objectivos traçados pelo Executivo e não satisfaz “os que encaram com seriedade” a criação e a criatividade artística. Mas há boas notícias. Durante este ano ficam concluídas as obras do Centro Cultural Chiloango e do Museu Municipal.

“A realidade exige que todos contribuamos de maneira consciente e responsável para identificarmos as formas e as soluções que retratarão os valores que possam constituir motivo de orgulho para toda a nação e as geração futuras”, disse.

Euclides Barros da Lomba teceu estas considerações, no decurso de um encontro com os agentes culturais que visou reflectir sobre o actual estado da cultura em Cabinda.
O marasmo do sector, disse, vem dos anos em que a secretaria funcionou como um simples departamento da Direcção Provincial de Educação, “com uma marcante falta de sensibilidade e de definição de tarefas prioritárias para o desenvolvimento cultural da província”.

Euclides da Lomba enumerou como principais dificuldades o estado de abandono das estruturas, a falta de conservação, de serviços de manutenção, a falta de quadros, desde funcionários administrativos de base a quadros com formação artística e profissionais das diferentes manifestações da vida cultural.

A falta de políticas e definições concretas de protecção e conservação dos principais monumentos e sítios históricos da província, como os Tratados de Simulambuco e Chicamba, o Cemitério dos Nobres e o local de concentração de escravos no Chinfuca.

Euclides da Lomba apontou ainda a falta de continuidade e acompanhamento da vida cultural nos municípios do interior por falta de representações locais. Também faltam programas específicos de formação artística e de aproximação com as estruturas de formação artística de Luanda como a Academia de Música e outras estruturas similares dentro e fora do país.

Fonte: Jornal de Angola

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.