- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Política PREA quer oposição mais fortalecida

PREA quer oposição mais fortalecida

O presidente do Partido Republicano de Angola (PREA), Carlos Alberto Contreiras Gouveia, defendeu segunda-feira o fortalecimento dos partidos políticos da oposição como um imperativo da própria democracia.

Numa conferência de imprensa por si convocada, o político afirmou que “só uma verdadeira democracia aberta, com transparência e boa governação poderá conduzir Angola ao desenvolvimento e oferecer melhores condições de vida aos angolanos”.

Carlos Alberto Contreiras Gouveia, que falou sobre as “eleições gerais, paz e democracia e boa governação”, referiu ser importante “que o sistema de justiça funcione melhor”, para “colmatar determinadas irregularidades, sobretudo no aspecto da imigração ilegal”.

De acordo com o presidente do PREA, na consolidação da paz e do processo democrático deve existir justiça social, diálogo com todas as forças vivas da nação e o combate à intolerância política.

O presidente do Partido Republicano de Angola (PREA), Carlos Alberto Contreiras Gouveia apelou igualmente para uma solução negociada na província de Cabinda, e solicitou o financiamento dos partidos políticos, com e sem assento parlamentar para participarem em igualdade nas próximas eleições.

Fonte: Jornal de Angola

- Publicidade -
- Publicidade -

Afrobarómetro: Angolanos reprovam desempenho económico do executivo de João Lourenço

A mais recente pesquisa de opinião do Afrobarómetro, organização continental independente de pesquisas e sondagens, sobre Angola revela que a grande maioria dos angolanos,...
- Publicidade -

Direcção da FAF ‘esconde’ prémios de 348 milhões Kz de que beneficiou

Se de um lado foi observado que em dois anos os dezassete membros que fazem parte do topo da hierarquia da FAF levaram para...

[Análise] Como estão os líderes empresariais africanos a lidar com a crise do coronavírus?

Pessimismo no futuro imediato, mas confiança no futuro do continente a longo prazo: esta é a conclusão da segunda edição do barómetro sobre o...

China garante que OMS deu aval ao uso de vacinas que ainda estão em estudo

As autoridades chinesas dizem que a Organização Mundial da Saúde deu apoio e aceitou a administração de vacinas experimentais que estão a ser desenvolvidas...

Notícias relacionadas

Afrobarómetro: Angolanos reprovam desempenho económico do executivo de João Lourenço

A mais recente pesquisa de opinião do Afrobarómetro, organização continental independente de pesquisas e sondagens, sobre Angola revela que a grande maioria dos angolanos,...

Direcção da FAF ‘esconde’ prémios de 348 milhões Kz de que beneficiou

Se de um lado foi observado que em dois anos os dezassete membros que fazem parte do topo da hierarquia da FAF levaram para...

[Análise] Como estão os líderes empresariais africanos a lidar com a crise do coronavírus?

Pessimismo no futuro imediato, mas confiança no futuro do continente a longo prazo: esta é a conclusão da segunda edição do barómetro sobre o...

China garante que OMS deu aval ao uso de vacinas que ainda estão em estudo

As autoridades chinesas dizem que a Organização Mundial da Saúde deu apoio e aceitou a administração de vacinas experimentais que estão a ser desenvolvidas...

Covid-19: Grupo de 34 reclusos infetados foge de prisão no Brasil

Um grupo de 34 presos, infetados com covid-19, fugiu esta terça-feira através de um túnel de uma prisão no Brasil, com graves problemas de...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.