- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Petrolifera Cobalt suspeita de suborno de entidades oficiais

Petrolifera Cobalt suspeita de suborno de entidades oficiais

O governo americano abriu uma investigação às actividades em Angola de uma empresa associada à “Cobalt International Energy” por causa do alegado suborno de altos funcionários angolanos.

Aquela empresa com sede em Houston no Texas afirmou que tinha sido notificada de uma investigação por causa dos alegados laços entre a firma sua representante em Angola e altos funcionários do governo angolano.

O grupo liderado por Joseph Bryant, um antigo director da BP em Angola, tem sido citado pela imprensa americana devido às alegadaa ligações da sua representante em Angola, “Nazaki Oil and Gas”, a altas entidades angolanas.

Nos últimos anos, o governo americano tem vindo a processar judicialmente empresas ligadas ao sector energético operando em África no âmbito da lei que proíbe pagamentos a entidades estrangeiras para a obtenção de contratos.

A “Cobalt International Energy” alertou entretanto os subscritores das suas acções de que estava a ser investigada no âmbito da lei anticorrupção advertindo para possíveis implicações.

Aquela empresa disse ainda que a sua sócia em Angola, “Nakazi Oil and Gas”, negou repetidamente as alegações de que anda a subornar dirigentes angolanos.

Fonte: VOA

- Publicidade -
- Publicidade -

[Análise] Como estão os líderes empresariais africanos a lidar com a crise do coronavírus?

Pessimismo no futuro imediato, mas confiança no futuro do continente a longo prazo: esta é a conclusão da segunda edição do barómetro sobre o...
- Publicidade -

China garante que OMS deu aval ao uso de vacinas que ainda estão em estudo

As autoridades chinesas dizem que a Organização Mundial da Saúde deu apoio e aceitou a administração de vacinas experimentais que estão a ser desenvolvidas...

Covid-19: Grupo de 34 reclusos infetados foge de prisão no Brasil

Um grupo de 34 presos, infetados com covid-19, fugiu esta terça-feira através de um túnel de uma prisão no Brasil, com graves problemas de...

Zimbabwe aceita devolver terras a fazendeiros brancos

O Governo zimbabweano está a elaborar um plano para possibilitar a devolução, a milhares de fazendeiros brancos, das terras que lhes foram violentamente retiradas...

Notícias relacionadas

[Análise] Como estão os líderes empresariais africanos a lidar com a crise do coronavírus?

Pessimismo no futuro imediato, mas confiança no futuro do continente a longo prazo: esta é a conclusão da segunda edição do barómetro sobre o...

China garante que OMS deu aval ao uso de vacinas que ainda estão em estudo

As autoridades chinesas dizem que a Organização Mundial da Saúde deu apoio e aceitou a administração de vacinas experimentais que estão a ser desenvolvidas...

Covid-19: Grupo de 34 reclusos infetados foge de prisão no Brasil

Um grupo de 34 presos, infetados com covid-19, fugiu esta terça-feira através de um túnel de uma prisão no Brasil, com graves problemas de...

Zimbabwe aceita devolver terras a fazendeiros brancos

O Governo zimbabweano está a elaborar um plano para possibilitar a devolução, a milhares de fazendeiros brancos, das terras que lhes foram violentamente retiradas...

Inacom e parceiros criam plataforma de diálogo

O Instituto Angolano das Comunicações (INACOM), as operadoras e as associações dos consumidores, decidiram, a partir desta quinta-feira, em Luanda, a criação de uma...
- Publicidade -

1 COMENTÁRIO

  1. A

    Direcção Geral cobalt

    Luanda

    Assunto: Pedido de emprego

    Exmo. Sr.

    Eu. Adriano Luís de Oliveira, solteiro nascido aos 14 de Abril de 1979, natural de
    Luanda, residente em Luanda, na rua katiavala N.º 143 de Zª 8 Bairro do Maculusso,
    Identificação de Luanda ao 06 de janeiro de 2011, tendo concluído o curso médio
    de Telecomunicações e encontrando- me matriculado no 3º ano do curso de Ciencias
    da Comunicacao, conforme declaração anexa no processo.

    Recentemente frequentei varias acções de formação no “ Maritime Foundation “
    Chennai- índia, no domínio da segurança, frequentei no projeito, LG Sanha, nojapao frequetei no projeto, FPSO MONDO tabem no peojeito, FPSO SAXI em Singapur e varias formacao em Singapur e tabem na Malasia e tabem como Assist Mooring Master conforme documento anexos.

    Sendo assim venho mui respeitosamente requerer a vossa excelência, se digne
    autorizar a minha admissão no quadro do pessoal para provimento de eventuais
    vagas, no domínio da segurança e incêndios vossa empresa.

    Ciente de que meu pedido merecera a vossa atenção, subscve-me com a mais
    elevada estima e consideração.

    Luanda aos 6 de JUNHO de 2013

    De v. exas,
    Atenciosamente,

    ……………………………………………

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.