InicioAngolaAbertos cursos para juventude

Abertos cursos para juventude

O ministro da Defesa, Cândido Van-Dúnem, defendeu ontem no anfiteatro do Estado-Maior General das FAA, a criação de programas de sensibilização, debates, reflexão e investigação sobre o lugar da Defesa Nacional no conjunto dos grandes problemas nacionais.
O ministro falava no acto de abertura do curso de Defesa Nacional para jovens e justificou a necessidade dos programas de divulgação porque os princípios da soberania dos povos estão a ser questionados.
Cândido Pereira Van-Dúnem, disse que a juventude é o factor humano impulsionador do desenvolvimento e da Defesa Nacional, “por isso, tem responsabilidades acrescidas, pois dos jovens defendem a preservação das conquistas nacionais em particular no que diz respeito à liberdade e à independência duramente conquistada com sacrifício pelos filhos de Angola”.
O ministro da Defesa Nacional, Cândido Van-Dúnem, recordou o discurso do Presidente José Eduardo dos Santos, Comandante em Chefe das FAA, ao afirmar “que a juventude tem a tradição histórica de uma participação activa em todas as causas nobres em que se envolveu o povo angolano, a juventude foi a parte mais importante e activa na defesa do país contra as invasões estrangeiras e a desestabilização político-militar.”
O ministro pediu aos jovens para que tenham um comportamento esclarecido e empenhado sobre a Defesa Nacional, “de forma a transformarem-se em cidadãos instruídos e aptos a responder aos desafios do futuro, em especial no domínio das missões estratégicas do país”.

Mobilização dos cidadãos

 Cândido Van-Dúnem disse ainda que “cada um de nós deve contribuir para o desenvolvimento e manutenção permanente do espírito de defesa, mobilizando os cidadãos sobre a importância da integração de cada um, promovendo os valores que fortaleçam esta tarefa colectiva, que faz parte das nossas obrigações enquanto cidadãos desta pátria”. O director-geral do Instituto de Defesa Nacional (IDN), João José da Silva, na abertura do curso de Defesa Nacional para jovens disse que um dos objectivos é alargar os horizontes intelectuais dos auditores, integrando conhecimentos e experiências individuais diversificadas e tornando a juventude apta a difundir o espírito de defesa. O curso tem a duração de dez dias e realiza-se pela primeira vez no anfiteatro do Estado-Maior General das FAA, com uma frequência de 55 auditores entre civis e militares.

O director do Instituto de Defesa Nacional, João José da Silva, anunciou que o curso vai desenvolver-se em conferências ou painéis, visitas de estudo e trabalhos de grupo.
O ministro da Defesa, Cândido Pereira Van-Dúnem, tem reforçado o apelo aos militares para a necessidade permanente de apostarem na formação académica e profissional e melhorar o seu desempenho.

Fonte: Jornal de Angola

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.