InicioDestaquesBIC nega ter contratado procurador do caso BES-Angola

BIC nega ter contratado procurador do caso BES-Angola

O Banco BIC negou ontem (terça-feira) ter contratado Orlando Figueira, procurador do Ministério Público que investigou o caso ‘BES Angola’ relacionado com burla ao Estado angolano, manifestando “perplexidade face às notícias em circulação”.

“O Banco BIC português e o Banco BIC SA (Angola) não conhecem nem contrataram o senhor magistrado referenciado nas notícias, nem qualquer outro magistrado português, para o seu quadro de colaboradores”, lê-se num comunicado posto a circular em Portugal.

O BIC é um banco privado de capitais angolanos. Orlando Figueira é um procurador do Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP) que esteve encarregado da investigação de um caso de transferências fraudulentas no Banco Nacional de Angola que envolveu também o Banco Espírito Santo de Angola (BESA).

O procurador Orlando Figueira disse à Lusa, não haver qualquer “incompatibilidade” legal ou impedimento “ético e moral” que o impossibilite de ir trabalhar para o sector privado, acrescentando haver muita “espuma” sobre a sua saída do Ministério Público.

Fonte: TPA

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.