- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Regiões Huíla: Carnaval custa 40 mil dólares

Huíla: Carnaval custa 40 mil dólares

Na província angolana da Huíla dezanove grupos carnavalescos entre os quais 11 de adultos e 8 de infantis vão desfilar na praça João Paulo II no Lubango nesta edição do carnaval de 2012.

O desfile central não poderá contar no entanto com 4 dos 14 municípios que compõem a província, alegadamente, por razões de fórum organizativo. Caluquembe, Chipindo, Caconda e Chicomba vão falhar a maior festa popular na região.

A coordenadora provincial adjunta do carnaval da Huíla, Marcelina Gomes, diz no entanto que as condições foram criadas para que os foliões emprestem a festa a cor que se impõe:“ É assim que distribuímos bastante tecido de várias cores e de diferentes qualidades de diferentes tipos, distribuímos máscaras distribuímos uma série de artigos que realmente são importantes para termos o carnaval bem colorido”.

Para distribuir aos mais destacados grupos, a organização preparou 40 milhões de Kwanzas cerca de 40 mil dólares.
A também directora provincial da cultura disse que os prémios podem sofrer alterações para melhor tendo em vista alguns patrocínios:“ Estamos a contar com algum patrocínio que podemos ter conhecimento dentro de alguns dias, iremos aumentar evidentemente esse prémio porque queremos que ele seja bocadinho melhor do que do ano passado”.

O detentor do título é o grupo Epata Lituima do município da Humpata que em 2011 recebera sete mil dólares de prémio equivalentes em Kwanzas enquanto na classe infantil tinha sido vencedor o grupo Muíla da escola 1º de Dezembro.

Fonte: VOA

- Publicidade -
- Publicidade -

Fernando João: “Perpetuar legado de Neto é responsabilidade colectiva”

Perpetuar o legado de Neto é uma responsabilidade colectiva que deve engajar todos os angolanos, sem excepção, afirmou o secretário de Estado da Juventude,...
- Publicidade -

Activistas detidos em Malanje em greve de fome contra a brutalidade policial

Os 10 activistas detidos na quinta-feira, 17, dia do Herói Nacional, em Calandula, na província angola de Malanje, estão em greve de fome há...

Cabo Verde: “Juízes imunes a toda essa pressão” no caso Alex Saab

O Conselho Superior de Magistratura Judicial garante que os juízes do Supremo Tribunal de Justiça que vão decidir sobre a extradição de Alex...

“A população tem mais medo da polícia do que da Covid-19”, diz activista angolano

A falta de preparação técnica para lidar com o público e actuar com profissionalismo em momentos de tensão é uma das razões apontadas como...

Notícias relacionadas

Fernando João: “Perpetuar legado de Neto é responsabilidade colectiva”

Perpetuar o legado de Neto é uma responsabilidade colectiva que deve engajar todos os angolanos, sem excepção, afirmou o secretário de Estado da Juventude,...

Activistas detidos em Malanje em greve de fome contra a brutalidade policial

Os 10 activistas detidos na quinta-feira, 17, dia do Herói Nacional, em Calandula, na província angola de Malanje, estão em greve de fome há...

Cabo Verde: “Juízes imunes a toda essa pressão” no caso Alex Saab

O Conselho Superior de Magistratura Judicial garante que os juízes do Supremo Tribunal de Justiça que vão decidir sobre a extradição de Alex...

“A população tem mais medo da polícia do que da Covid-19”, diz activista angolano

A falta de preparação técnica para lidar com o público e actuar com profissionalismo em momentos de tensão é uma das razões apontadas como...

Eleições no sul da Nigéria com dois rivais e pandemia em pano de fundo

A Nigéria organiza o seu primeiro escrutínio desde o início da pandemia de Covid-19, para eleger o novo governador do Estado de...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.