InicioAngolaRegiõesChuvas e ventos desalojam habitantes de Malanje

Chuvas e ventos desalojam habitantes de Malanje

Mais de 20 residências dos bairros do Ritondo e Quizanga, município de Malanje, foram destruídas este domingo pela chuva, acompanhada por fortes ventos.
Pouco mais de 50 pessoas estão ao relento e aguardam por apoios das estruturas competentes.
Eva Adão Domingos contou que foi surpreendida pela tempestade, assim como a família de André Julião.
“Aqui aconteceu muito estrago das casas pela ventania da chuva, foi ontem (domingo) pelas 16 horas”, quando se encontravam no interior do aposento seis elementos da família que estão na rua aguardando por ajuda do governo, através da Comissão Provincial de Protecção Civil.
André Julião, disse que “a chuva levou a chapa e deixou a casa arrebatada”, obrigando a irmã que é a proprietária do imóvel a juntar-se à mãe do marido.
O ancião João Caseia, 84 anos de idade, morador do bairro da Quizanga, afirmou que por um pouco ele a sua esposa estariam mortos, com o desabamento parcial da residência:
Os apoios ainda não foram anunciados segundo a família vítima da calamidade natural:
“Com a graça de Deus se não fosse isso, nós os dois éramos para morrer com a outra família que está fora (…) a chuva bateu-nos aqui, ficamos assim, mas a casa é que foi abaixo”.
Quatro pessoas viviam com o mais velho Julião, dos quais duas filhas e a esposa Domingas Caseia abrigados por uma neta.
“Nada, nada, ainda não tem nenhum apoio”, lamentou
O número de casas danificadas, lanchonetes e barbearias até ao momento é provisório, porquanto as autoridades competentes ainda não se pronunciaram sobre a catástrofe que assola pela segunda vez em menos de seis meses o bairro do Ritondo.

Fonte: VOA

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.