- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Desporto A guerra dos dinheiros do CAN2012

A guerra dos dinheiros do CAN2012

A Federação Angolana de Futebol (FAF) não sabe quando vai pagar a dívida dos jogadores que estiveram presentes na final do CHAN2011, por não ter recebido os oito milhões de dólares que solicitou para a campanha do CAN2012.

Fontes da FAF dizem que o Ministério dos Desportos ficou com os outros três milhões de dólares, valores que seriam para pagar os prémios de todos os que estiveram presentes no CHAN. Só os jogadores que foram ao CAN2012 é que receberam os respectivos prémios.

A decisão da FAF está a gerar insatisfação no seio dos jogadores que não foram contemplados, que acusam a direcção de Pedro Neto de falta de consideração para com o sacrifício que fizeram no CHAN2011´.

Os tais jogadores estão a estudar uma solução para pressionar a Federação Angolana de Futebol a pagar-lhes os prémios do CHAN.

No entanto, uma fonte do Ministério dos Desportos diz que a Federação Angolana de Futebol está equivocada, pois os oito milhões de dólares que foram cedidos são também para outras modalidades.

A mesma fonte questiona que destino deu a Federação Angolana de Futebol aos cinco milhões de dólares, já que os Palancas Negras não passaram da primeira fase. A fonte do Ministério da Juventude e Desportos diz que a FAF não pode alegar que tenha gasto o dinheiro para fretar aviões ou em qualquer outra situação logística, uma vez que a Força Aérea disponibilizou uma aeronave que transportou a Selecção Nacional.

Recorda ainda a fonte do Ministério da Juventude e Desportos que a Confederação Africana de Futebol paga quase todas as despesas às selecções que participam no CAN, desde ao alojamento aos campos de treinos.

Por essa razão, a fonte do Ministério da Juventude e Desportos entende que a FAF tem dinheiro suficiente para pagar os jogadores que estiveram na final do CHAN. Diz ainda que os Palancas Negras fizeram contrato por objectivos e, não tendo alcançado o objectivo mínimo – qualificarse para os quartos-de-final –, não pode a Federação Angolana de Futebol alegar que pagou prémios.

O PAÍS noticiou, na véspera do CAN2012, que os Palancas Negras exigiam cem mil dólares para conquistarem o título, enquanto a FAF oferecia apenas 65 mil. Os jogadores, segundo informações a que o nosso semanário teve acesso, propuseram à direcção de Pedro Neto contrato por objectivos. Ou seja, se os Palancas Negras se qualificassem para os quartos-de-final teriam recebido um valor, se fossem às meias-finais teriam outro, até à final. Se não alcançassem qualquer objectivo, acabariam por sair de mãos a abanar, como de facto aconteceu. Os Palancas Negras têm direito somente ao prémio de qualificação ao CAN2012, situado em 20 mil dólares.

O PAÍS tentou abordar os dirigentes da FAF e do Ministério da Juventude e Desportos mas sem sucesso. Fomos remetidos para a próxima semana.

Fonte: PAÍS

- Publicidade -
- Publicidade -

[Análise] Como estão os líderes empresariais africanos a lidar com a crise do coronavírus?

Pessimismo no futuro imediato, mas confiança no futuro do continente a longo prazo: esta é a conclusão da segunda edição do barómetro sobre o...
- Publicidade -

China garante que OMS deu aval ao uso de vacinas que ainda estão em estudo

As autoridades chinesas dizem que a Organização Mundial da Saúde deu apoio e aceitou a administração de vacinas experimentais que estão a ser desenvolvidas...

Covid-19: Grupo de 34 reclusos infetados foge de prisão no Brasil

Um grupo de 34 presos, infetados com covid-19, fugiu esta terça-feira através de um túnel de uma prisão no Brasil, com graves problemas de...

Zimbabwe aceita devolver terras a fazendeiros brancos

O Governo zimbabweano está a elaborar um plano para possibilitar a devolução, a milhares de fazendeiros brancos, das terras que lhes foram violentamente retiradas...

Notícias relacionadas

[Análise] Como estão os líderes empresariais africanos a lidar com a crise do coronavírus?

Pessimismo no futuro imediato, mas confiança no futuro do continente a longo prazo: esta é a conclusão da segunda edição do barómetro sobre o...

China garante que OMS deu aval ao uso de vacinas que ainda estão em estudo

As autoridades chinesas dizem que a Organização Mundial da Saúde deu apoio e aceitou a administração de vacinas experimentais que estão a ser desenvolvidas...

Covid-19: Grupo de 34 reclusos infetados foge de prisão no Brasil

Um grupo de 34 presos, infetados com covid-19, fugiu esta terça-feira através de um túnel de uma prisão no Brasil, com graves problemas de...

Zimbabwe aceita devolver terras a fazendeiros brancos

O Governo zimbabweano está a elaborar um plano para possibilitar a devolução, a milhares de fazendeiros brancos, das terras que lhes foram violentamente retiradas...

Inacom e parceiros criam plataforma de diálogo

O Instituto Angolano das Comunicações (INACOM), as operadoras e as associações dos consumidores, decidiram, a partir desta quinta-feira, em Luanda, a criação de uma...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.