- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Regiões GPL desembolsa 15 milhões de dólares todos os meses para recolha do...

GPL desembolsa 15 milhões de dólares todos os meses para recolha do lixo

O lixo como negócio em Luanda está claramente situado na faixa do melhor entre o melhor do filet mignon avidamente disputado no território.

Todos os meses, para que a cidade mantenha os actuais níveis de limpeza – muito melhorados se comparados aos de há apenas alguns poucos anos – o erário público desembolsa a choruda quantia de quinze (15) milhões de dólares. Esse valor é gerido pela ELISAL, que é a prestadora do serviço de recolha de resíduos ao Estado e que, por sua vez, tem subcontratado o trabalho de vários operadores.

O lixo como factor de aferição da gestão do poder político é indiscutivelmente um dos principais focos de problemas. Mais do que em qual quer outra urbe do país, em Luanda a questão da limpeza e saneamento básico, sempre muito associados, tem estatuto de matéria de primeira prioridade, por todas as razões. A cidade teve um crescimento desregrado por conta da guerra, os serviços municipalizados (como água, electricidade e outros ligados à gestão quotidiana) não tiveram estofo para acompanhar o rápido e desordenado sobrepovoamento da urbe e, durante anos, chegou mesmo a imperar uma quase impotência assumida perante a dificuldade de se manter a cidade limpa. Vários governadores tiveram a carreira encurtada porque perderam, nitidamente, a batalha contra o lixo.

Nos últimos anos, aconteceu uma inflexão notada por todos, com uma melhoria generalizada do saneamento. Ao mesmo tempo que ruas, avenidas, largos, parques, passeios e outros espaços públicos foram sendo recuperados, Luanda ganhou vida nova com o cerco ao lixo que foi simultaneamente montado, não se podendo dizer hoje que a recolha de resíduos sólidos constitua a principal dor de cabeça dos luandenses. Ao lado das intermitências da luz eléctrica e da água, o lixo tornou-se na verdade um mal menor. No presente, mais do que tudo, do que se fala, em relação à matéria, é da optimização do serviço, e não já dos tempos críticos em que caminhar pela cidade se havia convertido num confronto à priori perdido contra os maus odores e a imundice.

Fonte: Jornal OPÁIS

- Publicidade -
- Publicidade -

RTP homenageia Waldemar Bastos e Carlos Burity (Vídeo)

Em vida eram presenças assíduas nos programas de entretenimento da RTP, radiotelevisão portuguesa. O programa Conversas ao Sul lembrou-se disso e fez publicamente uma...
- Publicidade -

Alberto Neto: Adiamento das autárquicas em Angola é “estratégia” do MPLA

Segundo Alberto Neto, líder do Partido Democrático Angolano, ilegalizado em 2013, o MPLA sabe que não ganharia a 100% em todos os municípios. Por...

Médico recomenda retoma responsável aos treinos

A retoma aos treinos desportivos federados, a partir deste sábado, conforme decreto presidencial, deve ser feita de forma responsável, sob o risco de desvalorização...

Ministério dos Transportes substitui Viação e Trânsito na emissão de cartas de condução

O Ministério dos Transportes (Mintrans) é o novo órgão responsável pela emissão de cartas de condução no país, acção que vinha sendo feita pela...

Notícias relacionadas

RTP homenageia Waldemar Bastos e Carlos Burity (Vídeo)

Em vida eram presenças assíduas nos programas de entretenimento da RTP, radiotelevisão portuguesa. O programa Conversas ao Sul lembrou-se disso e fez publicamente uma...

Alberto Neto: Adiamento das autárquicas em Angola é “estratégia” do MPLA

Segundo Alberto Neto, líder do Partido Democrático Angolano, ilegalizado em 2013, o MPLA sabe que não ganharia a 100% em todos os municípios. Por...

Médico recomenda retoma responsável aos treinos

A retoma aos treinos desportivos federados, a partir deste sábado, conforme decreto presidencial, deve ser feita de forma responsável, sob o risco de desvalorização...

Ministério dos Transportes substitui Viação e Trânsito na emissão de cartas de condução

O Ministério dos Transportes (Mintrans) é o novo órgão responsável pela emissão de cartas de condução no país, acção que vinha sendo feita pela...

País espera poupar USD 6 mil milhões em negociação da dívida

Angola espera poupar seis mil milhões de dólares, até Junho de 2023, em negociações da dívida pública com credores dentro e fora do G20,...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.