- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Economia Angola defende maior dinamização de relações económicas com a Rússia

Angola defende maior dinamização de relações económicas com a Rússia

O ministro da Geologia, Minas e Indústria, Joaquim David, defendeu hoje (terça-feira), em Luanda, a necessidade de Angola e Rússia adoptarem, na cooperação bilateral, um mecanismo coordenador para identificar novas iniciativas que conduzem à dinamização das relações económicas e técnico-cientificas.

Ao falar na qualidade de co-presidente da Comissão Intergovernamental para a Cooperação Económica, Técnico-Científica e Comercial Angola/Rússia, Joaquim David disse ser vasto o domínio das áreas comuns propícias à cooperação, tendo sido já identificadas oportunidades nos sectores da Geologia/Minas, Ensino Tecnológico, Metarlurgia, Comunicações, Equipamentos Pesados e Energia.

Na abertura da II Sessão da Comissão Intergovernamental, que decorreu em Luanda, o governante angolano manifestou-se satisfeito com a dinamização da cooperação a nível empresarial através do intercâmbio entre câmaras de comércio e indústria e da criação de parcerias público-privadas.

O ministro da Geologia, Minas e Indústria disse também ser satisfatório a implementação dos programas de reforço da capacidade institucional e de formação de quadros a nível de todos os sectores da vida nacional.

Considerou que a realização da II Sessão da Comissão Intergovernamental Angolao/Rússia é consequência de impulsos positivos dados pelas visitas do presidente José Eduardo dos Santos à Rússia (2006) e do chefe de Estado russo, Dimitry Medvedev, a Angola (2009).

No final do encontro co-presidido pelo ministro da Geologia, Minas e Indústria, Joaquim David (Angola) e pelo ministro russo dos Recursos Naturais e Ecologia, Yuri Trutnev, foram assinados dois acordos, sendo o primeiro no domínio do ensino superior e o segundo para a implementação dos anteriores entendimentos.

A I sessão da Comissão Intergovernamental Angola/Rússia para a Cooperação Económica, Técnico-Científica e Comercial aconteceu em Novembro de 2005, na capital russa, Moscovo.

Fonte: Angop

- Publicidade -
- Publicidade -

FinCEN Files: Investigação revela como bancos facilitaram transferências de biliões para criminosos

Fuga de informação de mais de dois mil relatórios enviados por bancos ao Governo dos EUA apontam para transferências bancárias de 1,7 biliões de...
- Publicidade -

SIC confirma retirada de canais em Angola

Os canais da SIC vão deixar de ser emitidos pela DStv em Angola a 15 de outubro de 2020, anunciou a plataforma, em mensagem...

Grandes bancos continuam a facilitar branqueamento de capitais, diz investigação do ICIJ

Uma análise a documentos confidenciais produzidos por vários bancos nos Estados Unidos e enviados à agência federal FinCEN mostram como grandes bancos facilitaram o...

Justiça manda encerrar todos os templos da IURD em Angola

IURD em Angola declarou-se, domingo. "surpresa" com a ordem de encerramento de quatro dos seus templos durante o culto. A justiça angolana ordenou o encerramento...

Notícias relacionadas

FinCEN Files: Investigação revela como bancos facilitaram transferências de biliões para criminosos

Fuga de informação de mais de dois mil relatórios enviados por bancos ao Governo dos EUA apontam para transferências bancárias de 1,7 biliões de...

SIC confirma retirada de canais em Angola

Os canais da SIC vão deixar de ser emitidos pela DStv em Angola a 15 de outubro de 2020, anunciou a plataforma, em mensagem...

Grandes bancos continuam a facilitar branqueamento de capitais, diz investigação do ICIJ

Uma análise a documentos confidenciais produzidos por vários bancos nos Estados Unidos e enviados à agência federal FinCEN mostram como grandes bancos facilitaram o...

Justiça manda encerrar todos os templos da IURD em Angola

IURD em Angola declarou-se, domingo. "surpresa" com a ordem de encerramento de quatro dos seus templos durante o culto. A justiça angolana ordenou o encerramento...

Isabel dos Santos e Sindika Dokolo envolvidos em investigação internacional aos grandes bancos

Numa nova investigação do Consórcio Internacional de Jornalistas, a filha do ex-presidente de Angola é alvo de dois relatórios sobre atividades suspeitas, ambos de...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.