InicioEconomiaAngola defende maior dinamização de relações económicas com a Rússia

Angola defende maior dinamização de relações económicas com a Rússia

O ministro da Geologia, Minas e Indústria, Joaquim David, defendeu hoje (terça-feira), em Luanda, a necessidade de Angola e Rússia adoptarem, na cooperação bilateral, um mecanismo coordenador para identificar novas iniciativas que conduzem à dinamização das relações económicas e técnico-cientificas.

Ao falar na qualidade de co-presidente da Comissão Intergovernamental para a Cooperação Económica, Técnico-Científica e Comercial Angola/Rússia, Joaquim David disse ser vasto o domínio das áreas comuns propícias à cooperação, tendo sido já identificadas oportunidades nos sectores da Geologia/Minas, Ensino Tecnológico, Metarlurgia, Comunicações, Equipamentos Pesados e Energia.

Na abertura da II Sessão da Comissão Intergovernamental, que decorreu em Luanda, o governante angolano manifestou-se satisfeito com a dinamização da cooperação a nível empresarial através do intercâmbio entre câmaras de comércio e indústria e da criação de parcerias público-privadas.

O ministro da Geologia, Minas e Indústria disse também ser satisfatório a implementação dos programas de reforço da capacidade institucional e de formação de quadros a nível de todos os sectores da vida nacional.

Considerou que a realização da II Sessão da Comissão Intergovernamental Angolao/Rússia é consequência de impulsos positivos dados pelas visitas do presidente José Eduardo dos Santos à Rússia (2006) e do chefe de Estado russo, Dimitry Medvedev, a Angola (2009).

No final do encontro co-presidido pelo ministro da Geologia, Minas e Indústria, Joaquim David (Angola) e pelo ministro russo dos Recursos Naturais e Ecologia, Yuri Trutnev, foram assinados dois acordos, sendo o primeiro no domínio do ensino superior e o segundo para a implementação dos anteriores entendimentos.

A I sessão da Comissão Intergovernamental Angola/Rússia para a Cooperação Económica, Técnico-Científica e Comercial aconteceu em Novembro de 2005, na capital russa, Moscovo.

Fonte: Angop

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.