- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Destaques Makuta Nkondo retaliado por negar filiar-se à UNITA

Makuta Nkondo retaliado por negar filiar-se à UNITA

A UNITA terá, alegadamente, impedido o deputado, Makuta Nkondo, de fazer comentários num programa radiofónico, passado aos domingos, na Rádio Despertar, por este ter declinado o convite para se filiar no partido dirigido por Isaías Samakuva.

Fonte próxima da UNITA confidenciou ao NJ que o convite a Makuta Nkondo terá sido formulado pela direcção deste partido durante o último congresso realizado em Dezembro último.

O jornalista, Makuta Nkondo, que é deputado independente da bancada parlamentar do “Galo Negro”, negou o convite de Samakuva, aceitando ser apenas seu assessor de imprensa. “O homem foi peremptório em afirmar que nunca militaria na UNITA. Isso levou a direcção deste partido a tomar certas medidas”, afirmou a nossa fonte.

De lá para cá, Makuta Nkondo vem encontrando barreiras junto da Rádio Despertar para fazer o habitual e polémico programa ao domingo.

Segundo uma fonte desta rádio, Makuta Nkondo recebe constantemente mensagens telefónicas de Armando Ferramenta, editor chefe, anunciando a indisponibilidade do programa ir ao ar.

“Em termos de liberdade de imprensa, caso a UNITA governe este país será pior”, comentou um jornalista da referida rádio, referindo que a estacão emissora não admite que um membro da organização seja criticado.

Sobre a Rádio Despertar não é tudo. Os jornalistas que cobriam as manifestações dos jovens estão em vias de serem despedidos, na sequência de um alegado pacto
que a UNITA terá firmado com o MPLA. São no total seis, os profissionais que estarão penalizados, entre os quais pelo menos um editor, sob alegação de um pretenso processo de reestruturação da área informativa daquela estação emissora.

A fonte sugeriu que, no rolo dessas acusações, a UNITA deveria ter a perfeição de vir ao público apresentar uma posição oficial sobre as acusações que lhe são atribuídas.

“Um comunicado de, Isaías Samakuva, na qualidade de líder da UNITA, era fundamental para a opinião pública saber o que é que se passa concretamente no seio da organização. Agora, justificativos de certos bajuladores, não têm impacto”, adiantou a fonte.

O Novo Jornal, apurou ainda que, no que diz respeito ao deputado, Abílio Camalata Numa, este terá sido afastado, do cargo de secretário- geral por causa dos seus discursos eivados de algum radicalismo, que vinha a proferir nos últimos tempos. É o caso do anúncio de uma manifestação de protesto, à escala nacional, de todos os militantes da UNITA, que foi entendida pelo partido que sustenta o Governo, o MPLA, como um convite para uma sublevação nacional.

Camalata Numa não tomou posse como membro da Comissão Política e conselheiro de Isaías Samakuva, atitude que foi interpretada como um sinal de descontentamento, embora oficialmente tenha estado a minimizar a existência de algum clima de crispação entre ele e o líder da UNITA.

“Nunca tive qualquer desavença com o presidente. Continuamos a ter boas relações, ele é o presidente do partido e como tal mantemos uma relação cordial”, disse recentemente ao NJ.

Fonte: NJ

- Publicidade -
- Publicidade -

Jovem malaia luta pelo direito de não usar véu islâmico

A decisão de deixar de usar o véu islâmico e denunciá-lo como uma obrigação patriarcal valeu a Maryam Lee muitas críticas e uma investigação...
- Publicidade -

Mãe queima mão do filho por furto de telemóvel

Uma cidadã de 27 anos de idade queimou a mão direita do seu filho de 12 anos num fogareiro, no Lubango, província da Huíla,...

EUA: Substituição da juíza Ruth Bader Ginsburg opõe democratas e republicanos

A substituição de Ruth Bader Ginsburg, juíza do Supremo Tribunal Federal de Justiça e ícone progressista a favor dos direitos das mulheres, das minorias...

Pandemia transtorna Angola há seis meses

Completam-se hoje, 21 de Setembro, seis meses desde que foram anunciados, pela voz da ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, os dois primeiros casos positivos...

Notícias relacionadas

Jovem malaia luta pelo direito de não usar véu islâmico

A decisão de deixar de usar o véu islâmico e denunciá-lo como uma obrigação patriarcal valeu a Maryam Lee muitas críticas e uma investigação...

Mãe queima mão do filho por furto de telemóvel

Uma cidadã de 27 anos de idade queimou a mão direita do seu filho de 12 anos num fogareiro, no Lubango, província da Huíla,...

EUA: Substituição da juíza Ruth Bader Ginsburg opõe democratas e republicanos

A substituição de Ruth Bader Ginsburg, juíza do Supremo Tribunal Federal de Justiça e ícone progressista a favor dos direitos das mulheres, das minorias...

Pandemia transtorna Angola há seis meses

Completam-se hoje, 21 de Setembro, seis meses desde que foram anunciados, pela voz da ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, os dois primeiros casos positivos...

Mulher infectada com Covid contagiou 15 pessoas em voo

Uma mulher, infectada com Covid-19, teria propagado o vírus a outros 15 passageiros de um voo internacional entre Londres e o Vietname, de acordo...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.