InicioMundoExplosões rompem calma aparente na segunda maior cidade síria

Explosões rompem calma aparente na segunda maior cidade síria

Pelo menos duas explosões abalaram esta manhã Aleppo, a segunda maior cidade da Síria, no norte do país, na qual se tem observado uma relativa segurança desde que eclodiram os primeiros protestos, em Março, contra o regime do Presidente Bashar al-Assad.

O Ministério da Saúde confirmou a ocorrência de 25 mortos e 175 feridos nas duas explosões, enquanto a televisão estatal mostrava imagens de pelo menos cinco corpos, incluindo soldados, e responsabilizava “grupos terroristas armados” pelos ataques que, segundo descrevia, ocorreram junto a um jardim público.

“Pedimos desculpa por mostrar estas imagens, mas este é o terrorismo que nos está a atacar”, afirmava o jornalista no local, levantando as cobertas que tapavam os corpos para mostrar cadáveres despedaçados.

Já o canal privado Addounia registava um balanço de 17 mortos: 11 civis e membros das forças de segurança na explosão num edifício militar e outros seis num quartel das forças de segurança.

A agência noticiosa pública síria Sana avançava, por seu lado, que as explosões tomaram por alvo um quartel da polícia e o edifício de uma agência de segurança militar.

Grupos de activistas da oposição, citando residentes de Aleppo, narram que foram ouvidas pelo menos três explosões.

Estes ataques são muito similares aos que ocorreram em Damasco, a 23 de Dezembro e 6 de Janeiro, em que as autoridades culpam o movimento de rebelião e activistas da oposição atribuem às forças do próprio regime de Assad.

Fonte: Publico

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.