InicioMundoEmergência para Cartum

Emergência para Cartum

A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) instou os países doadores, as agências humanitárias e o Governo do Sudão  a envidarem esforços para prevenir uma eventual crise alimentar naquele país.
A FAO, num comunicado divulgado em Cartum, sublinha serem precisos, com urgência, mais de 41 milhões de dólares para ajudas alimentares de emergência.
O documento lembra que um relatório conjunto da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura  e do Ministério da Agricultura e Irrigação do Sudão anunciou que a colheita deste ano vai ser insuficiente, o que deve acentuar a insegurança alimentar no território sudanês.
Um relatório do governo de Cartum refere que a falta de chuva no início  do período agrícola reduziu a superfície das terras cultivadas e provocou fracos rendimentos no sector da agricultura pluvial.
A pobreza dos pastos e a incerteza, salienta o relatório, estiveram na origem de migrações do gado mais cedo do que o costume, o que culminou na destruição das culturas, indicoiu a FAO.
O documento acrescenta que a insegurança na região interrompeu as actividades agrícolas normais e agravou o problema.
“A insegurança  em  Kordofan-Sul e do Nilo-Azul fizeram com  que a missão tivesse acesso muito limitado em cada um destes Estados, pelo que é impossível avaliar a amplitude da crise alimentar”, acrescenta a  nota. A produção de cereais do Sudão é de cerca dois 2,8 mil toneladas, incluindo as de sorgo, milho e arroz, revela o texto.
A colheita de milho deve ser particularmente fraca em Darfur Norte e em Kordofan Norte.

Fonte: Jornal de Angola

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.