InicioDestaquesPresidente do Partido Popular de Angola afirma estar a ser pressionado

Presidente do Partido Popular de Angola afirma estar a ser pressionado

Os advogados angolanos William Tonet e David Mendes foram convocados a comparecer, esta quinta-feira, na secção de crimes selectivos da DNIC – Direcção Nacional de Investigação Criminal. Segundo declarações prestadas por David Mendes à RFI, o encontro foi adiado, e niguém lhe soube explicar as razões desta convocatória.

O advogado e jornalista angolano David Mendes, igualmente Presidente do PP – Partido Popular, falou à Rádio França Internacional sobre este novo incidente. Ele e outro advogado, William Tonet, foram notificados a comparecer perante a DNIC, sem que lhes tenha sido anunciada a razão de tal convocatória. Pior do que isso : O encontro foi adiado, e ninguém soube dizer-lhes porquê.

Segundo declarou à RFI, esta convocatória poderá ser uma forma de pressão para exigir silêncio devido ao processo eleitoral. Ou então, estar relacionada com a queixa que ele mesmo apresentou contra o Presidente da República de Angola, José Eduardo dos Santos.

Com efeito, esta quarta feira, David Mendes esteve na Embaixada dos Estados Unidos, em Luanda, onde foi entregar uma carta que deseja fazer chegar ao Presidente Barak Obama. Nessa carta, David Mendes pede que os Estados Unidos não olhem para Angola apenas sob o prisma económico – petrolífero, e denuncia a grave situação dos direitos humanos em Angola.

Fonte: RFI

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.