InicioDestaquesPortugal pede esclarecimento sobre pronunciamento de Martin Schulz

Portugal pede esclarecimento sobre pronunciamento de Martin Schulz

O eurodeputado Paulo Rangel vai enviar, esta quinta-feira de manhã, um pedido de esclarecimento formal ao presidente do Parlamento Europeu, na sequência das críticas de Martin Schulz à visita do primeiro-ministro a Angola para atrair investimento, considerando “um perigo social” e um caminho para o “declínio”.

“O presidente de uma instituição europeia não pode fazer uma crítica à política externa portuguesa”, afirmou Paulo Rangel à agência Lusa, sublinhando que “Portugal é, há nove séculos, um Estado independente e há cinco séculos que tem relações privilegiadíssimas com os cinco continentes, designadamente com os espaços em que se fala a língua portuguesa”.

O presidente do Parlamento Europeu criticou, num debate gravado em vídeo e noticiado esta quinta-feira pelo jornal Público, a visita-relâmpago que o primeiro-ministro português fez em Novembro a Angola, na qual admitiu ir à procura de capital angolano para as privatizações em curso.

“Passos Coelho apelou ao governo angolano a que invista mais em Portugal, porque Angola tem muito dinheiro. Esse é o futuro de Portugal: o declínio, também um perigo social para as pessoas, se não compreendermos que, economicamente, e sobretudo com o nosso modelo democrático, estável, em conjugação com a nossa estabilidade económica, só teremos hipóteses no quadro da UE”, disse Martin Schulz.

Embora admita que as críticas do presidente do Parlamento Europeu tivessem um carácter exemplificativo, “procurando dar a entender que a Europa não está a fazer tudo o que devia e isso faz com que os países tenham de procurar soluções noutros continentes”, o eurodeputado referiu não compreender a “facilidade com que se fala sobre a diplomacia portuguesa e das suas prioridades”.

Por isso, Paulo Rangel, eleito pelo PSD, vai apresentar ainda na manhã de hoje um pedido formal de esclarecimento.

Fonte: Jornal de Notícias

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.